sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Afinal a ideia foi do primeiro-ministro holandês, segundo Donald Tusk

Contrariando as declarações do primeiro-ministro português, o presidente do Conselho Europeu afirma que a ideia que desbloqueou o acordo entre os credores e a Grécia partiu do primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, via SMS.

Donald Tusk veio agora atribuir ao primeiro-ministro holandês a autoria da ideia que desbloqueou o acordo entre os credores e o governo de Alexis Tsipras.

Donald Tusk veio agora atribuir ao primeiro-ministro holandês a autoria da ideia que desbloqueou o acordo entre os credores e o governo de Alexis Tsipras.

© Francois Lenoir / Reuters

Em entrevista a vários jornais europeus, entre eles o Financial Times e Le Monde, Donald Tusk detalhou as horas e os momentos críticos que antecederam o acordo prévio sobre a Grécia.

Na segunda-feira, em conferência de imprensa, Passos Coelho afirmou ter sido dele a ideia de usar o fundo de privatizações para recapitalizar a banca grega.

Donald Tusk veio agora atribuir ao primeiro-ministro holandês a autoria da ideia que desbloqueou o acordo entre os credores e o governo de Alexis Tsipras. Durante a longa entrevista de Tusk não há qualquer referência a Passos Coelho. Há apenas registo de um tweet do editor de temas europeus do jornal Guardian, dando conta que "uma mensagem do primeiro-ministro holandês com aritmética portuguesa".

As declarações de Passos foram amplamente parodiadas redes sociais, através da hashtag #poracasofoiideiaminha.

  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".