sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Bancos gregos abrem na 2ª feira, levantamentos de dinheiro mais flexíveis

O governo grego já publicou o decreto que determina como vão funcionar os levantamentos bancários a partir da próxima semana. Os bancos, fechados desde 29 de junho, vão reabrir na segunda-feira, mas continuam as medidas de controlo de capitais. Os levantamentos em dinheiro e as compras com cartões de crédito serão flexibilizados.

© Cathal McNaughton / Reuters

Por dia, os levantamentos em dinheiro podem exceder os 60 euros, desde que não ultrapassem os 420 euros por semana.

Os cartões de crédito, por sua vez, só poderão ser utilizados dentro da Grécia.

A decisão surge na sequência de o Banco Central Europeu ter anunciado o reforço dos fundos de emergência para a banca, depois de Atenas ter chegado a acordo com os credores para um novo resgate financeiro.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras

  • Greve na Função Pública vai afetar escolas, saúde e cultura

    País

    A greve nacional convocada para sexta-feira pela Federação Nacional dos Sindicatos da Função Pública (FNSTFPS) deverá afetar as escolas, a área da saúde e ainda da cultura, entre outros serviços, afirmou esta quarta-feira a dirigente sindical, Ana Avoila.

  • Marcelo comenta comparação de Centeno a Ronaldo

    País

    O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, comentou esta quarta-feira a comparação que o ministro das Finanças alemão terá feito entre Mário Centeno e Ronaldo, considerando que "quem quer que disse isso, por uma vez não pensou mal".