sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Declarações do presidente francês são "absurdas e perigosas", diz Catarina Martins

A porta-voz do Bloco de Esquerda (BE), Catarina Martins, classificou hoje de "absurdas" e "perigosas" as declarações do Presidente francês François Hollande, sobre uma "vanguarda" na zona euro.

Lusa

"Hoje mesmo tivemos a notícia de uma ideia absurda, mas tão perigosa. François Hollande, socialista, essa esperança dos socialistas, que nos diz que se calhar a zona euro não pode ser governada pelos 19 países da zona euro, terá de ser governada só por seis", afirmou Catarina Martins na sua intervenção na apresentação da lista do partido por Lisboa, que decorreu no Cinema S. Jorge, na capital.

A dirigente bloquista afirmou também, ironizando, que "talvez os outros 13 [países] acham bem que as decisões da sua vida sejam tomadas por seis países".

O Presidente francês, François Hollande, afirmou que a França vai estar na "vanguarda" de uma maior integração europeia com as ideias que lançou sobre um governo da zona euro, que, a seu ver, deve ter um orçamento específico e um parlamento.

Catarina Martins vincou, perante uma plateia de apoiantes do BE, que está a ser "institucionalizado no debate público que há países de primeira e países de segunda".

"A reposta", segundo a dirigente, é não aceitar "que Portugal seja um país de segunda ou tenha uma cidadania de segunda".

François Hollande insistiu que a Europa só pode avançar com a ideia de superar-se e que a União Europeia "não pode reduzir-se a regras, mecanismos ou disciplinas. Tem de convencer os povos de que, se foi capaz de preservar a paz, esta é a melhor invenção para proteger os valores e os princípios que fundamentam a nossa cultura comum, o nosso modo de vida, que é também o nosso modelo social".

Também o primeiro-ministro português, Pedro Passos Coelho, comentou as declarações do Presidente francês, considerando que a proposta do presidente francês provoca desconfiança e reservas aos países em processo de convergência, porque equivale a "construir diversos clubes dentro do clube".

Pedro Passos Coelho, porém, saudou a intenção de "levar mais longe as transformações institucionais" da zona euro, e acabou por qualificar as afirmações de François Hollande "como mais uma proposta interessante" nesse sentido.

Lusa

  • Hollande quer governo da Zona Euro com os seis países fundadores da UE
    2:16

    Economia

    O Presidente francês propõe que seja criado um governo dentro da Zona Euro, constituído apenas pelos seis países fundadores da União Europeia. François Hollande sugere que haja um orçamento e um parlamento comuns a estes seis países e defende que esta é uma medida fundamental para relançar a Europa. A ideia promete gerar polémica e o primeiro-ministro português já reagiu. Passos Coelho diz que a proposta de Hollande equivale a criar vários clubes dentro do clube da Europa e que esta é uma medida que iria provocar desconfiança e reservas aos restantes países.

  • PSD questiona funcionamento da Assembleia da República
    2:39

    Caso CGD

    O PSD e o CDS vão entregar esta sexta-feira no Parlamento o pedido para criar uma nova Comissão de Inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos. Os dois partidos reuniram-se esta quarta-feira para fechar o texto do requerimento. Durante o dia, o PSD considerou que o normal funcionamento da Assembleia da República está em causa, o que levou Ferro Rodrigues a defender-se e a garantir que está a ser imparcial.

  • Marcelo rejeita discussões menores na banca
    0:32

    Economia

    O Presidente da República avisa que não se devem introduzir querelas táticas e menores no sistema financeiro. Num encontro que reuniu publicamente Marcelo e Centeno, o Presidente diz que é preciso defender o interesse nacional.

  • Casos de cancro nos pulmões diminuem
    3:08

    País

    O mapa do cancro em Portugal está a mudar, pela primeira vez os casos de cancro do cólon ultrapassaram os do pulmão. A proibição de fumar em locais públicos tem levado à diminuição dos casos de tumores pulmonares.

  • Túnel descoberto em cadeia brasileira tinha ligação a uma habitação
    0:44

    Mundo

    A polícia brasileira descobriu um túnel que ligava a cadeia de Porto Alegre a uma casa e serviria para libertar prisioneiros do estabelecimento. As autoridades detiveram sete homens e uma mulher no local. A construção permitiria uma fuga massiva que poderia chegar aos 200 mil fugitivos e estima-se que terá custado mais de 300 mil euros. A polícia do Rio Grande do Sul acredita, assim, ter impedido aquela que seria a maior fuga de prisioneiros de sempre no Estado brasileiro.

  • Três dos planetas encontrados podem conter água e vida
    3:28