sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

FMI diz que Atenas fez os pagamentos em atraso

O Fundo Monetário Internacional (FMI) afirmou hoje que a Grécia fez o pagamento de 2 mil milhões de euros que devia ter feito à instituição nas últimas semanas e deixou de estar em incumprimento.

© Alkis Konstantinidis / Reuter

"Posso confirmar que a Grécia liquidou hoje o que devia ao FMI e deixou de ter pagamentos em atraso", indicou o porta-voz Gerry Rice em comunicado.

Atenas tinha dois reembolsos em atraso ao FMI, um de 1,5 mil milhões de euros, que venceu no final de junho, e um outro no valor de 500 milhões de euros.

O pagamento foi feito no mesmo dia em que a Grécia recebeu do Mecanismo Europeu de Estabilização Financeira um financiamento intercalar de 7,16 mil milhões de euros para fazer face aos seus problemas de liquidez.

Uma vez que deixou de ter pagamentos em atraso, Atenas volta a poder aceder a empréstimos do FMI.

"O FMI está pronto para continuar a ajudar a Grécia nos seus esforços para regressar à estabilidade financeira e ao crescimento", acrescentou Gerry Rice.

Lusa

  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • Pyongyang compara Trump a Hitler

    Mundo

    A Coreia do Norte compara o Presidente norte-americano Donald Trump a Adolf Hitler. Pyongyang já acostumou o mundo à sua linguagem "colorida" quando critica os seus inimigos. Mas comparações com o responsável por mais de 60 milhões de mortes são muito raras.

  • Glifosato na lista de produtos cancerígenos na Califórnia

    Mundo

    O estado norte-americano da Califórnia, nos Estados unidos, pode vir a obrigar o fabricante do popular herbicida Roundup a comercializar o produto com um rótulo que informe os consumidores de que o produto é cancerígeno. O glifosato, princípio ativo do herbicida Roundup fabricado pela Monsanto, consta de uma lista que vai ser divulgada na Califórnia, a 7 de julho, de produtos químicos potencialmente cancerígenos.