sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Governo grego descarta possibilidade de eleições antecipadas

O governo de Alexis Tsipras não pretende antecipar eleições, porque o seu principal objetivo é finalizar o acordo com a União Europeia (UE) sobre o novo empréstimo à Grécia, declarou hoje a porta-voz do Governo de Atenas à agência grega de notícias.

© Yiannis Kourtoglou / Reuters

"O objetivo é finalizar o acordo com a UE e restaurar a normalidade e estabilidade", declarou Olga Yerovasili, atual porta-voz do Governo de Alexis Tsipras, que prosseguiu afirmando que "as eleições não são úteis neste momento e o Governo não tem qualquer intenção de as organizar".

O governo da coligação de esquerda radical Syriza e Independentes gregos (Anel), que está no poder há seis meses, foi ao Parlamento votar uma primeira parte das medidas de austeridade, impostas pelos credores, entre as quais se encontra o aumento de IVA.

De entre os 149 deputados do Syriza, 32 votaram contra, incluindo três ministros. Os votos da oposição, da direita e dos socialistas permitiram, no entanto, que este primeiro pacote de reformas fosse avante.

A segunda parte do pacote de reformas será discutida na quarta-feira, no parlamento de Atenas.

A totalidade das medidas terá de ser aprovada pela maioria parlamentar, sob pena de não ser finalizado o acordo com os parceiros europeus, para um novo empréstimo de 82 mil milhões de euros, o terceiro, à Grécia, desde 2010.

Apesar das demissões de alguns deputados, o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, disse que continua determinado em seguir "com um governo de minoria", na missão de chegar a acordo com a UE.

Lusa

  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.