sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Mais de uma dezena de ilhas gregas à venda acima de quatro milhões de euros

Mais de uma dezena de ilhas gregas à venda acima de quatro milhões de euros

As ilhas gregas são um conhecido destino de férias que muitos consideram paradisíaco. E por esta altura, as ilhas gregas estão a dar que falar, mas não apenas pela sua beleza. Mais de uma dezena de ilhas estão à venda, a preços milionários.

  • Bancos na Grécia abrem e austeridade também
    4:42

    Economia

    Os bancos na Grécia reabriram hoje portas, em dia em que também entram em vigor novos impostos no país. Cândida Pinto, a enviada especial da SIC à Grécia, explica como esta vai ser uma semana diferente para os gregos e o ambiente que encontrou hoje às primeiras horas da manhã.

  • O aumento da carga fiscal na Grécia visto por uma família grego-portuguesa
    2:42

    Crise na Grécia

    O impacto da nova carga fiscal na Grécia será certamente elevado, mas a cultura está de certa forma a ser poupada com a mais baixa taxa de IVA, ao nível dos medicamentos. As incertezas sobre as consequências das novas medidas não poupam ninguém . Os enviados da SIC falaram com uma família grego-portuguesa que não sabe se terá condições para continuar na Grécia.

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.