sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Bolsa de Atenas abre a recuar 4,48%

A bolsa de Atenas abriu esta terça-feira a recuar 4,48%, um dia depois de ter aberto após cinco semanas encerrada, com a instauração do controlo de capitais na Grécia.

Na segunda-feira, a bolsa de Atenas encerrou a perder 16,23%, uma queda histórica em dia de reabertura, depois de ter estado encerrada cinco semanas.

Na segunda-feira, a bolsa de Atenas encerrou a perder 16,23%, uma queda histórica em dia de reabertura, depois de ter estado encerrada cinco semanas.

© Yiannis Kourtoglou / Reuters

O índice Athex da praça financeira ateniense após 10 minutos da abertura encontrava-se já com uma recuperação ligeira de 0,11 %, valendo 668 pontos.

Na segunda-feira, a bolsa de Atenas encerrou a perder 16,23%, uma queda histórica em dia de reabertura, depois de ter estado encerrada cinco semanas.

O índice Athex encerrou em 668,06 pontos, recuperando ligeiramente ao longo da sessão, depois de uma queda de 22,82% na abertura.

A última queda da bolsa de Atenas com uma dimensão comparável remonta a dezembro de 1987, quando se registaram perdas de 15,3% numa única sessão.

O setor bancário foi particularmente penalizado, com perdas de 30%, o que traduz a grande vulnerabilidade do setor, à espera de uma recapitalização urgente, na sequência de levantamentos superiores a 40 mil milhões de euros desde dezembro.

As operações da bolsa grega foram interrompidas a partir de 26 de junho, numa altura em que havia um impasse nas negociações entre a Grécia e os credores (europeus e do Fundo Monetário Internacional) quanto ao financiamento do país.

Na noite de 26 de junho, o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, anunciou a realização de um referendo sobre as novas medidas de austeridade propostas ao país.

Os bancos, que também estiveram encerrados desde 29 de junho, reabriram a 20 de julho.

Lusa

  • Vem lá chuva

    País

    A chuva vai voltar a Portugal continental a partir de quarta-feira e pelo menos até domingo, enquanto as temperaturas mínimas deverão subir.

  • "O Sporting é o um barco à deriva"
    2:26
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    A crise do Sporting foi o principal tema em O Dia Seguinte, esta segunda-feira. José Guilherme Aguiar censura Bruno de Carvalho por ter convidado Jorge Jesus para a comissão de honra da recandidatura. Já Rogério Alves não tem dúvidas que a contestação tem aumentado de tom devido à proximidade das eleições do Sporting. Rui Gomes da Silva pensa que toda a direção leonina é responsável pelo mau momento atual do clube.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Violação emitida em direto no Facebook

    Mundo

    Três homens foram detidos na Suécia, por suspeitas de violação de uma mulher, num apartamento a 70 quilómetros da capital. Os suspeitos filmaram o ato de violência e exibiram-no em direto no Facebook.

  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.