sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Eurogrupo reúne-se hoje para analisar 3º resgate à Grécia

Os ministros das Finanças da zona euro reúnem-se hoje à tarde em Bruxelas para discutirem o terceiro resgate à Grécia, apesar das dúvidas que permanecem e da possibilidade de se optar no imediato por um novo empréstimo transitório.

O Governo grego comprometeu-se a aplicar uma série de medidas nos próximos três anos, como contrapartida ao terceiro resgate internacional, e a implementar um "ambicioso programa de privatizações", com o qual pretende encaixar 6,4 mil milhões de euros até 2017.

O Governo grego comprometeu-se a aplicar uma série de medidas nos próximos três anos, como contrapartida ao terceiro resgate internacional, e a implementar um "ambicioso programa de privatizações", com o qual pretende encaixar 6,4 mil milhões de euros até 2017.

Petros Karadjias / AP

Depois do acordo técnico no início da semana entre Atenas e a 'troika' - Comissão Europeia, Fundo Monetário Internacional (FMI), Banco Central Europeu e ainda Mecanismo Europeu de Estabilidade -, a reunião do Eurogrupo de hoje deveria dar o aval político ao novo pacote de ajuda financeira de 85 mil milhões de euros.

No entanto, este Eurogrupo não deverá ser uma mera formalidade e o terceiro resgate poderá não estar pronto a tempo de Atenas receber o primeiro desembolso até 20 agosto, e de o Governo de Alexis Tsipras pagar 3,4 mil milhões de dívida ao BCE. A Alemanha tem insistido que um programa de três anos tem de ter uma base sólida e que é preciso tempo para fazer uma análise profunda. Berlim quer sobretudo esclarecimentos sobre o futuro papel do FMI, a sustentabilidade da dívida pública, a credibilidade das reformas e as privatizações.

Por isso mesmo, além dos documentos técnicos e jurídicos com vista a um novo resgate, a Comissão Europeia preparou também todos os documentos para um empréstimo intercalar, que evite que Atenas entre em incumprimento.

Este seria o segundo financiamento-ponte, depois dos 7,1 mil milhões de euros recebidos em julho passado, e deveria voltar a sair do Mecanismo Europeu de Estabilização Financeira (MEEF), financiado pelo conjunto dos 28 Estados-Membros e não apenas pela zona do euro. Tal como da última vez, os países que não integram a zona euro deverão exigir garantias reforçadas para fazer face ao risco de Atenas não devolver o dinheiro.

Já o financiamento do terceiro resgate virá do Mecanismo Europeu de Estabilidade, o fundo de resgate permanente do euro. Mesmo que hoje seja dada 'luz verde' no Eurogrupo, o programa terá ainda de ser aprovado em vários parlamentos nacionais, caso dos da Alemanha ou Finlândia.

Atenas espera que o primeiro desembolso do terceiro programa de resgate varie entre 20 a 25 mil milhões de euros, para cobrir o pagamento ao BCE de 3,4 mil milhões nos próximos dias, os 1,6 mil milhões de euros ao FMI em setembro, o empréstimo-ponte concedido pela UE há um mês e ainda cerca de 10 mil milhões de euros para uma recapitalização imediata dos bancos gregos em situação mais frágil.

Para que possa começar a receber o dinheiro, os credores exigem que a Grécia não só aprove as medidas no parlamento, mas também que comece a executá-las.

  • Senegal surpreende e vence a Polónia por 2-1

    Mundial 2018 / Polónia

    O Senegal venceu hoje a Polónia por 2-1 num jogo a contar para o grupo H do Mundial da Rússia. Na primeira parte, os "leões de Teranga" beneficiaram de um golo na própria baliza marcado por Thiago Cionek aos 37 minutos. A vantagem no marcador veio trazer estabilidade ao Senegal que conseguiu firmar a superioridade com um golo de M´Baye Niang aos 60 minutos. Perto do final do jogo, o polaco Grzeg Krychowiak marcou na baliza de Khadim N'Diaye, mas foi insuficiente para derrotar o Senegal.

  • Japão ganha nova esperança ao derrotar a Colômbia (2-1)

    Mundial 2018 / Colômbia

    No primeiro jogo do grupo H, a Colômbia foi derrotada pelo Japão. Um dos momentos altos do jogo aconteceu logo ao minuto 4 quando, na sequência de uma falta de Carlos Sanchez, o árbitro assinalou um penálti a favor da equipa japonesa. O colombiano levou um cartão vermelho, depois de ter intercetado um remate do Japão com a mão. Apesar da desvantagem numérica, a Colômbia iguala o marcador aos 39 minutos com um livre de Quintero. Contudo, Yuya Osako colocou o Japão novamente em vantagem aos 73 min.

  • Achilles, o gato que adivinha os resultados do Mundial
    0:44

    Desporto

    Depois do polvo Paul no Mundial de 2010 e do elefante Zella no Europeu de 2016, este ano, o gato Achilles é o adivinho dos jogos do Mundial na Rússia. O felino acertou na vitória da Rússia frente à Arábia Saudita e já fez a aposta para a partida entre os russos e o Egipto, que decorre esta terça-feira, a partir das 19:00.

  • Hospitais públicos à beira da rutura
    2:28
  • Repitam comigo: Portugal vai ser campeão do Mundo
    4:56
  • OMS inclui dependência dos videojogos na lista de doenças mentais

    Mundo

    A Organização Mundial de Saúde (OMS) incluiu a dependência de videojogos na lista de doenças mentais, uma possibilidade que tinha sido prevista no início do ano e que foi anunciada esta segunda-feira. Este pode ser mais um argumento para os pais limitarem o tempo de acesso dos filhos às consolas, computadores e todos os dispositivos com videojogos.

    SIC

  • "Estou a ser posta porta fora (...) faço o que vocês me disserem"
    2:43
  • Morreu o orangotango mais velho do mundo

    Mundo

    O orangotango mais velho do mundo morreu aos 62 anos no jardim zoológico de Perth, no norte da Austrália, deixando 54 descendentes, anunciou esta terça-feira a instituição.

  • Milionários aumentam... e as suas fortunas também

    Mundo

    O número de milionários mundiais cresceu em 2017 e o seu nível de riqueza aumentou pelo sexto ano consecutivo, ultrapassando pela primeira vez os 70 biliões de dólares (60,5 biliões de euros), segundo um estudo divulgado esta terça-feira.