sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Parlamento espanhol aprova programa da Grécia

O terceiro resgate à Grécia vai, esta quarta-feira, a aprovação pelo Mecansimo Europeu de Estabilidade Financeira. Os ministros da Economia e das Finanças da zona euro vão reunir-se por teleconferência quando forem 17:00h em Bruxelas, 18:00h em Lisboa.

© Christian Hartmann / Reuters

Antes, o parlamento alemão submete a proposta de assistência financeira aos gregos a votação. Esta tarde, foi a vez do o parlamento espanhol, onde a lei obriga a que os deputados nacionais se pronunciem sobre decisões supranacionais, como esta.

O programa de resgate da Grécia foi aprovado com 297 votos a votar, 20 contra e 5 abstenções, ao fim de várias horas de debate.

Com a aprovação do conjunto dos países da zona euro, que se espera em Bruxelas, os responsáveis pelo Tesouro vão poder autorizar o desembolso da primeira tranche do empréstimo, no valor de 23 mil milhões de euros.

A tempo de já na quinta-feira, Atenas poder receber os primeiros 13 mil milhões para pagar dívidas e 10 mil milhões para recapitalizar a banca.

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".