sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

François Hollande defende renegociação da dívida grega

O Presidente francês, François Hollande, defendeu hoje em Atenas a renegociação da dívida grega, no início de uma visita oficial de dois dias à Grécia.

Reuters

Reuters

© POOL New / Reuters

"Atravessámos uma etapa essencial em 13 de julho [data do acordo sobre o novo resgate internacional à Grécia] e agora existem outras etapas, nomeadamente a renegociação da dívida", indicou Hollande após uma cerimónia de deposição de uma coroa de flores junto ao túmulo do soldado desconhecido no centro de Atenas, frente ao parlamento.

Hollande precisou que a renegociação da dívida não se relaciona "com o peso da dívida enquanto tal, mas com as taxas de juros que devem ser alargadas no tempo e sem qualquer custo para os contribuintes europeus".

O Presidente francês sublinhou ainda que a Grécia deve continuar a promover "reformas" para sair da crise.

"Ainda existem algumas outras [reformas] a concretizar, e é nesse âmbito que decorrerá uma atenuação da dívida, porque caso não exista uma negociação sobre este assunto tão importante, a Grécia nunca poderá reencontrar o caminho do crescimento", considerou Hollande.

Lusa

  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • Pyongyang compara Trump a Hitler

    Mundo

    A Coreia do Norte compara o Presidente norte-americano Donald Trump a Adolf Hitler. Pyongyang já acostumou o mundo à sua linguagem "colorida" quando critica os seus inimigos. Mas comparações com o responsável por mais de 60 milhões de mortes são muito raras.

  • Glifosato na lista de produtos cancerígenos na Califórnia

    Mundo

    O estado norte-americano da Califórnia, nos Estados unidos, pode vir a obrigar o fabricante do popular herbicida Roundup a comercializar o produto com um rótulo que informe os consumidores de que o produto é cancerígeno. O glifosato, princípio ativo do herbicida Roundup fabricado pela Monsanto, consta de uma lista que vai ser divulgada na Califórnia, a 7 de julho, de produtos químicos potencialmente cancerígenos.