sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

FMI teme que Grécia tenha dificuldades em pagar dívida a partir do fim de março

O FMI teme que a Grécia tenha dificuldades em pagar a sua dívida pública a partir de finais de março e pede a Atenas para executar reformas, apesar da pressão a que está sujeita devido à crise dos refugiados.

© Yannis Behrakis / Reuters

Segundo noticia hoje a revista alemã Der Spiegel, o Fundo Monetário Internacional (FMI) está particularmente preocupado com a disponibilidade de muitos países da União Europeia para dar flexibilidade ao Governo grego no que diz respeito ao cumprimento dos compromissos assumidos no âmbito do terceiro programa de resgate, uma vez que os Estados-membros compreendem os esforços feitos pela Grécia perante os milhares de refugiados que chegam regularmente ao país.

A instituição sediada em Washington teme que isto afete a controversa reforma das pensões e insiste no cumprimento das reformas acordadas, ao mesmo tempo que continua a bloquear o relatório sobre os progressos feitos pelo país, pendente há muito tempo e que poderia levar à participação do FMI no terceiro pacote de resgate helénico.

Os especialistas do FMI lembram que a Grécia se comprometeu a alcançar um excedente orçamental de 3,5% do Produto Interno Bruto (PIB) e cortes nas pensões.

Lusa

  • "Foi um golpe muito forte"
    1:41
  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão

  • SIC acompanhou Francisco George no último dia como diretor-geral da Saúde
    6:20