sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Dijsselbloem diz que reestruturação da dívida grega está na agenda do Eurogrupo

O debate sobre a reestruturação da dívida grega esteve hoje "explicitamente" na agenda da reunião dos ministros das Finanças da zona euro, disse o presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem.

Jeroen Dijsselbloem, presidente do Eurogrupo.

Jeroen Dijsselbloem, presidente do Eurogrupo.

© Eric Vidal / Reuters

"Se o Governo grego cumprir com os seus compromissos, faremos o que for preciso para que o serviço da dívida seja gerível. Hoje ficou explicito que a discussão está em cima da mesa", salientou Dijsselbloem, na conferência de imprensa no final dos trabalhos do Eurogrupo, em Bruxelas.

Por seu lado, o comissário europeu para os Assuntos Económicos e Financeiros, Pierre Moscovici, anunciou que os representantes dos credores da 'troika' - Fundo Monetário Internacional, União Europeia e Banco Central Europeu - aterram esta terça-feira em Atenas para avaliar as reformas levadas a cabo pelo Governo de Alexis Tsipras.

Já a 24 de fevereiro, o comissário europeu responsável pelo Euro, Valdis Dombrovskis, disse que uma eventual reestruturação da dívida só estava a ser discutida no caso da Grécia e não para Portugal.

Durante uma conferência de imprensa em Bruxelas, Dombrovskis, questionado sobre se há algum espaço ao nível europeu para uma discussão sobre a reestruturação da dívida para Portugal - assunto que esteve em destaque no recente debate na Assembleia da República sobre o Orçamento do Estado para 2016 -, afirmou que, "atualmente", a única discussão em curso se refere à Grécia.

"Como sabem, atualmente há algumas discussões relativamente à possibilidade de tomar algumas medidas sobre a dívida no caso da Grécia, uma vez completada com sucesso a primeira revisão do programa (de ajustamento em curso), tal como sublinhado nas conclusões do Eurogrupo. Não estamos atualmente a discutir isto no caso de qualquer outro país", limitou-se a responder.

Lusa

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.