sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Credores voltam a Atenas para resolver questões pendentes

Os representantes dos credores da Grécia regressam hoje e terça-feira a Atenas para tentar alcançar um acordo com as autoridades locais sobre as reformas que têm de adotar, no âmbito do terceiro resgate, incluindo a reforma das pensões.

© Alkis Konstantinidis / Reuter

"Depois de conversações construtivas em Washington, os chefes de missão voltam a Atenas hoje e amanhã [terça-feira]", anunciou hoje Margaritis Schinas, porta-voz da Comissão Europeia, órgão que faz parte da delegação, juntamente com o Fundo Monetário Internacional (FMI), Banco Central Europeu (BCE) e Mecanismo Europeu de Estabilidade.

As negociações para a primeira avaliação das reformas associadas ao resgate no valor de 86 mil milhões de euros foram interrompidas na passada terça-feira devido à reunião de primavera do FMI em Washington, onde os contactos prosseguiram de forma informal.

Schinas afirmou que "o objetivo da missão continua a ser concluir a primeira revisão do programa o mais cedo possível", sendo necessário chegar a consenso sobre os temas pendentes.

O porta-voz indicou que o encontro informal de ministros das Finanças da zona euro na sexta-feira em Amesterdão "será um momento importante para avaliar os progressos alcançados".

Questionado sobre se a Comissão exclui que seja alcançado um acordo antes de sexta-feira, o porta-voz recusou "especular sobre datas".

"Estamos a trabalhar com as autoridades gregas e com as outras instituições para concluir a avaliação o mais rápido possível", afirmou.

Schinas disse que as conversações sobre as reformas "avançam a bom ritmo", que há "progressos" e instou todas as partes "a manter este impulso".

"Necessitamos de um pacote de reformas que seja coerente, eficaz do ponto de vista económico, justo a nível social e equilibrado do ponto de vista orçamental".

O Governo grego considera que ainda não se conseguiu chegar a acordo nas negociações devido à posição do FMI.

Lusa

  • Comitiva portuguesa terminou visita à central de Almaraz

    País

    A visita técnica da delegação portuguesa e da Comissão Europeia à central nuclear de Almaraz, em Espanha, realizou-se esta segunda-feira. A visita serviu para Portugal se inteirar sobre o funcionamento da central e sobre o projeto de construção de uma instalação para armazenamento de resíduos radioativos.

  • O Nokia 3310 está de volta
    1:16

    Economia

    A Nokia chegou a ser uma das maiores empresas do mundo devido ao fabrico de telemóveis. Caiu, mas acaba de fazer renascer um dos sucessos de vendas do início do milénio. O anúncio foi feito este domingo, em Barcelona.