sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Primeiro-ministro grego defende no parlamento reforma fiscal e de pensões

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, defendeu hoje, no parlamento, a reforma fiscal e de pensões, que quer aprovar esta noite, para cumprir os compromissos com os credores internacionais do país.

© Alkis Konstantinidis / Reuter

"Comprometemo-nos a reformar o sistema de pensões sem reduzir as pensões principais e conseguimos", afirmou Tsipras perante os deputados, acrescentando: "O sistema necessitava de uma reforma porque é complexo, socialmente injusto e 'clientelista'. E não corresponde ao estado financeiro do país".

O primeiro-ministro assinalou que o sistema que quer aprovar hoje, na véspera da reunião do Eurogrupo, em Bruxelas, é "sustentável, sem afetar as pensões principais", e prometeu que para mais de dois milhões de reformados não haverá um único euro de corte na pensão.

"O sistema de pensões que aprovamos hoje tem como objetivo chegar a um sistema sustentável que garanta pensões com justiça social", afirmou Tsipras.

O também líder do Syriza defendeu-se das acusações do principal partido da oposição, Nova Democracia (ND), que dirigiu o país entre 2012 e 2015, afirmando que os que o acusam de impor um "tsunami de impostos" aprovaram "impostos e cortes no valor de 63.000 milhões de euros, entre 2010 e 2013", e que, "só em 2014, impuseram cortes de 10.000 milhões".

A legislação que o Governo pretende aprovar compõe-se de reformas das pensões, dos impostos diretos e dos indiretos, que permitirão economizar 5.400 milhões de euros por ano, para conseguir em 2018 um 'superavit' primário de 3,5 por cento do produto interno bruto (PIB), tal como prevê o programa do terceiro resgate, assinado no verão com os credores.

O executivo espera aprovar as reformas antes da reunião do Eurogrupo de segunda-feira, para assim poder concluir a primeira revisão do resgate e aceder aos fundos do mesmo.

O primeiro-ministro afirmou-se confiante em que após seis anos de medidas de austeridade na segunda-feira o Eurogrupo inclua na sua agenda "uma redução da dívida grega".

Os ministros das Finanças da zona euro (Eurogrupo) reúnem-se extraordinariamente na segunda-feira, em Bruxelas, e têm em agenda o novo pacote de medidas de austeridade na Grécia, definido no âmbito do terceiro resgate ao país.

Lusa

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.