sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Primeiro-ministro grego defende no parlamento reforma fiscal e de pensões

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, defendeu hoje, no parlamento, a reforma fiscal e de pensões, que quer aprovar esta noite, para cumprir os compromissos com os credores internacionais do país.

© Alkis Konstantinidis / Reuter

"Comprometemo-nos a reformar o sistema de pensões sem reduzir as pensões principais e conseguimos", afirmou Tsipras perante os deputados, acrescentando: "O sistema necessitava de uma reforma porque é complexo, socialmente injusto e 'clientelista'. E não corresponde ao estado financeiro do país".

O primeiro-ministro assinalou que o sistema que quer aprovar hoje, na véspera da reunião do Eurogrupo, em Bruxelas, é "sustentável, sem afetar as pensões principais", e prometeu que para mais de dois milhões de reformados não haverá um único euro de corte na pensão.

"O sistema de pensões que aprovamos hoje tem como objetivo chegar a um sistema sustentável que garanta pensões com justiça social", afirmou Tsipras.

O também líder do Syriza defendeu-se das acusações do principal partido da oposição, Nova Democracia (ND), que dirigiu o país entre 2012 e 2015, afirmando que os que o acusam de impor um "tsunami de impostos" aprovaram "impostos e cortes no valor de 63.000 milhões de euros, entre 2010 e 2013", e que, "só em 2014, impuseram cortes de 10.000 milhões".

A legislação que o Governo pretende aprovar compõe-se de reformas das pensões, dos impostos diretos e dos indiretos, que permitirão economizar 5.400 milhões de euros por ano, para conseguir em 2018 um 'superavit' primário de 3,5 por cento do produto interno bruto (PIB), tal como prevê o programa do terceiro resgate, assinado no verão com os credores.

O executivo espera aprovar as reformas antes da reunião do Eurogrupo de segunda-feira, para assim poder concluir a primeira revisão do resgate e aceder aos fundos do mesmo.

O primeiro-ministro afirmou-se confiante em que após seis anos de medidas de austeridade na segunda-feira o Eurogrupo inclua na sua agenda "uma redução da dívida grega".

Os ministros das Finanças da zona euro (Eurogrupo) reúnem-se extraordinariamente na segunda-feira, em Bruxelas, e têm em agenda o novo pacote de medidas de austeridade na Grécia, definido no âmbito do terceiro resgate ao país.

Lusa

  • Passos elogia escolha de Paulo Macedo mas diz que não é suficiente
    1:47

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho diz que Paulo Macedo é competente para liderar os destinos da Caixa Geral de Depósitos, mas que a nomeação do antigo ministro não é suficiente para passar uma esponja sobre o assunto. Em Viseu, o líder do PSD não quis ainda avançar com um nome para a Câmara de Lisboa, depois de Santana Lopes afastar a hipótese de se candidatar.

  • O impacto e as consequências do referendo em Itália
    1:02
  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.