sicnot

Perfil

Star Wars

Star Wars

Guerra das Estrelas

Destruir a "Estrela da Morte" foi o maior erro da "Aliança Rebelde"

Não é preciso esperar por 18 de dezembro para saber o que aconteceu depois de a "Aliança Rebelde" ter destruído a segunda "Estrela da Morte" na saga "Guerra das Estrelas". Basta ler um relatório do professor de finanças Zachary Feinstein, da Universidade Washington, EUA, para saber que foi um enorme erro económico-financeiro.

No "Episódio VI: O regresso de Jedi", a "Aliança Rebelde" destruiu as estações espaciais do inimigo visceral, derrotou o líder, o Imperador Palpatine, e destituiu o seu Governo. No final do episódio, o "Império Galáctico" estava em ruínas. Bem como todo o sistema financeiro da galáxia.

No estudo intitulado "É uma armadilha: o veneno do Imperador Palpatine", o professor Zachary Feinstein diz que o "Império Galáctico" gastou demasiado dinheiro nas duas estações espaciais "Estrelas da Morte" pelo que a destruição deu origem a uma "depressão económica e crise financeira de proporções galácticas".

Aplicando os modelos económicos e análises de risco utilizados na Terra para analisar a economia galáctica, e estabelecendo memo um Produto Galáctico Bruto - semelhante ao PIB dos países terrestres - o professor concluiu que a "Aliança Rebelde" teria de salvar o setor bancário para impedir o colapso económico.

"Este projeto propunha-se analisar a economia galáctica e o setor bancário", explicou Feinstein ao site phys.org. "Depois foi só aplicar a minha investigação para medir o risco financeiro para determinar o resgate".

Será necessário ver o "Episódio VII: o Despertar da Força" para sabermos se foi restaurada a vitalidade económica da galáxia.

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51