sicnot

Perfil

Guterres na ONU

Guterres na ONU

Guterres na ONU

15:00. A hora de Guterres

© Denis Balibouse / Reuters

É confirmada hoje a escolha de António Guterres para o cargo de secretário-geral das Nações Unidas. O Conselho de Segurança reúne-se mais logo para realizar a votação formal. Depois, caberá à Assembleia Geral tomar a decisão final.

O Conselho de Segurança foi assertivo, após a sexta votação para o cargo de secretário-geral das Nações Unidas realizada quarta-feira: António Guterres é o "claro favorito", com 13 votos a favor e duas abstenções.

Em conferência de imprensa, Vitali Churkin, embaixador da Rússia, país que preside atualmente ao Conselho de Segurança, anunciou que o órgão vai voltar a reunir-se hoje, às 10:00 de Nova Iorque (15:00 em Lisboa) para realizar a votação formal.

"Espero que [Guterres] seja indicado por aclamação", disse o embaixador russo, acrescentando, em nome dos 15 membros do Conselho de Segurança: "Desejamos ao senhor Guterres que tudo corra bem no desempenho das funções como secretário-geral das Nações Unidas, nos próximos cinco anos."

Após a votação formal de hoje, o Conselho de Segurança fará a recomendação (a prática tem sido a de indicar apenas um nome) à Assembleia Geral, órgão ao qual compete ratificar a escolha (ou não, embora isso nunca tenha acontecido).

O secretário-geral que está de saída, o sul-coreano Ban Ki-moon, foi o único indicado pelo Conselho de Segurança em 2006 e em 2011, sendo escolhido, em ambas as ocasiões, por aclamação dos 193 Estados-membros na Assembleia Geral.

No caso de Ban Ki-moon, a sessão de votação da Assembleia Geral decorreu quatro a cinco dias depois da indicação forma do nome do candidato pelo Conselho de Segurança.

Caso o seu nome seja confirmado, o português António Guterres será o primeiro ex-chefe de governo a assumir o cargo de secretário-geral da ONU e entrará em funções a 1 de janeiro de 2017.

Com Lusa

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Proteção Civil aponta falhas do SIRESP, operadora diz que esteve à altura do fogo
    4:22
  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.