sicnot

Perfil

Guterres na ONU

Guterres na ONU

Guterres na ONU

António Guterres aclamado como secretário-geral da ONU

Direto

Por unanimidade e aclamação, o Conselho de Segurança das Nações Unidas escolheu hoje António Guterres como secretário-geral. O antigo primeiro-ministro português reage com "humildade e gratidão". Acompanhe aqui em direto a emissão especial da SIC Notícias.

Direto

Numa declaração feita no Ministério dos Negócios Estrangeiros, em Lisboa, António Guterres mostrou "humildade e gratidão" pela nomeação e "profundo reconhecimento ao Presidente da República, Governo e Assembleia da República".

A resolução hoje aprovada propõe o nome de Guterres para um mandato de cinco anos, com possibilidade de ser renovado, confirmou o presidente do Conselho de Segurança.

"Diria que tivemos um processo muito justo, encorajamos a candidatura de mulheres, 50% dos candidatos eram mulheres. Mas houve um sentimento generalizado de que o mais importante era ter o melhor candidato e acontece que o melhor candidato era António Guterres", disse o embaixador russo, Vitaly Churkin.

O documento segue agora para aprovação na Assembleia Geral da ONU, onde deverá ser votado já na próxima semana.

O regulamento da ONU sugere uma votação à porta-fechada, mas isso não acontece desde 1971. O organismo tem optado por aprovar o nome do novo secretário-geral por aclamação.

O novo secretário-geral da organização substitui Ban Ki-moon e entra em funções a 1 de janeiro de 2017.

Com Lusa

  • Os números das eleições francesas
    0:50

    Eleições França 2017

    Os resultados definitivos mostram que Emmanuel Macron obteve 24% dos votos, na primeira volta das eleições francesas. Ficou quase três pontos à frente de Marine Le Pen, que conseguiu 21,3%. Os números oficiais, publicados pelo Ministério do Interior, dão ainda conta da taxa de abstenção: 22,2%, um ligeiro aumento face à primeira volta das presidenciais de 2012.

  • ASAE encerra em média um restaurante por dia
    1:33
  • Grupo de brasileiros em assalto milionário no Paraguai
    1:24