sicnot

Perfil

Guterres na ONU

Guterres na ONU

Guterres na ONU

Ban Ki-Moon considera Guterres "excelente escolha" para o suceder

© Denis Balibouse / Reuters

O atual secretário-geral da ONU afirmou hoje que considera António Guterres uma "excelente escolha" para o suceder no cargo.

"Conheço muito bem o senhor Guterres e considero que ele é uma excelente escolha", disse Ban Ki-moon em conferência de imprensa em Roma, à margem de um encontro com o Presidente italiano Sergio Mattarella.

O antigo alto comissário da ONU para os refugiados "mostrou uma grande compaixão pelos milhões forçados a abandonar os seus países", disse Ki-moon.

"A sua experiência como primeiro-ministro de Portugal, o seu vasto conhecimento dos assuntos mundiais e a sua inteligência serão muito úteis para dirigir as Nações Unidas neste período crucial", considerou.

O antigo primeiro-ministro português António Guterres foi indicado na quarta-feira como favorito para secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU) pelo Conselho de Segurança à Assembleia-geral, que deverá aprovar o seu nome dentro de alguns dias.

O Conselho de Segurança anunciou quarta-feira que o português foi o "vencedor claro" da votação, recebendo 13 votos de encorajamento e duas abstenções, uma das quais de um dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança com direito de veto.

Este órgão, com poder de veto, deverá aprovar hoje a indicação do nome de António Guterres para a Assembleia-Geral das Nações Unidas, concretizando assim a eleição do sucessor de Ban Ki-moon.

O novo secretário-geral da organização substitui Ban Ki-Moon e entra em funções a 01 de janeiro de 2017.

  • "Até para o ano", a mensagem de Ronaldo para os adeptos do Real Madrid
  • Despenalização da eutanásia votada na terça-feira no Parlamento
    2:04
  • Há companhias aéreas a contratar. TAP é uma delas
    1:28

    Economia

    Com o crescimento do turismo, que continua a bater recordes, as companhias aéreas querem profissionais para reforçar as rotas com maior procura e oferecer novos destinos. Só a TAP prevê contratar mais 700 pessoas este ano para várias funções, incluindo 300 tripulantes de cabine e 170 pilotos.

  • O bombeiro herói que recebe 267 euros de pensão
    2:36
  • Funcionários dos EUA na Coreia do Norte para preparar cimeira
    2:19