sicnot

Perfil

Guterres na ONU

Guterres na ONU

Guterres na ONU

Conselho de Segurança afirma que Guterres "diz aquilo que pensa"

O presidente do Conselho de Segurança da ONU, que aprovou esta quinta-feira por aclamação António Guterres para próximo secretário-geral da organização, afirmou que o antigo primeiro-ministro português "diz aquilo que pensa".

"É uma pessoa que fala com toda a gente e que ouve toda a gente. Diz aquilo que pensa. É muito afável. Estou contente por recomendarmos Guterres", disse o embaixador russo, Vitaly Churkin.

A resolução aprovada esta quinta-feira propõe o nome de Guterres para um mandato de cinco anos, com possibilidade de ser renovado, confirmou o presidente do Conselho de Segurança.

O representante de Rússia, que tem a presidência do Conselho de Segurança durante o mês de outubro, enumerou mais qualidades do português para ter sido o escolhido.

"Primeiro, tem credenciais muito boas junto das Nações Unidas. Foi Alto-Comissário para os Refugiados por 10 anos, viajou pelo mundo, viu alguns dos mais hediondos conflitos que existem", disse.

Depois, acrescentou o diplomata russo, "é muito bom político, foi primeiro-ministro do seu país".

A resolução segue agora para aprovação na Assembleia Geral da ONU, onde deverá ser votado já na próxima semana.

O regulamento da ONU sugere uma votação à porta-fechada, mas isso não acontece desde 1971. O organismo tem optado por aprovar o nome do novo secretário-geral por aclamação.

O novo secretário-geral da organização substitui Ban Ki-moon e entra em funções a 1 de janeiro de 2017.

Lusa

  • 2,1%. As reações ao défice de 2016

    Economia

    O défice orçamental ficou mesmo nos 2,1% do PIB. Os partidos já reagiram àquele que é o valor mais baixo em democracia.

  • Comboios Alfa vão ter bancos com tomadas elétricas e wi-fi
    2:06
  • Novas imagens dos momentos após Khalid Masood ter embatido no muro do Parlamento britânico
    1:35
  • Nus e acorrentados em frente a Auschwitz

    Mundo

    Catorze pessoas com idades entre os 20 e os 27 anos despiram-se e acorrentaram-se em frente ao portão de Auschwitz, antigo campo de concetração nazi na Polónia, depois de terem degolado um carneiro. Ninguém sabe ainda porquê.

  • A coleção de gerigonças de Ana Catarina Mendes
    1:51
  • Parlamento português pede demissão de Dijsselbloem

    País

    A Assembleia da República foi hoje unânime na condenação das polémicas declarações do presidente do Eurogrupo, mas recusou um ponto pela rejeição de diversos compromissos com a União Europeia (UE) exigida pelo PCP.

  • Probido fumar na praia? Não-fumadores aplaudem ideia
    1:33
  • Viaduto de Alcântara condicionado
    1:36

    País

    O viaduto de Alcântara, em Lisboa, continua com o trânsito condicionado mas apenas sobre o tabuleiro e no sentido Alcântara Terra - Alcântara Mar. A circulação só será reposta depois de uma nova vistoria, ainda sem data marcada.

  • Como se resolve a falta de espaço numa cidade chinesa?
    1:07