sicnot

Perfil

Guterres na ONU

Guterres na ONU

Guterres na ONU

Espanha aplaude escolha de Guterres

O ministro dos Assuntos Exteriores e da Cooperação espanhol gostou "muito" da escolha de António Guterres para secretário-geral da ONU e mostrou-se convencido de que a formalização do nome será feita por aclamação esta quinta-feira em Nova Iorque.

"António Guterres é um grande amigo de Espanha" e "é uma notícia de que gostamos muito", disse José Manuel García-Margallo ao canal 24 horas da TVE, acrescentando que acredita que "a escolha vai ser feita por aclamação".

O Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU) deverá, esta quinta-feira em Nova Iorque, formalizar oficialmente a recomendação do ex-primeiro-ministro português António Guterres para secretário-geral da organização, cabendo em seguida à Assembleia Geral tomar, por maioria simples, a decisão final, o que deverá acontecer nos próximos dias.

Para García- Margallo, a tarefa que levou à escolha de António Guterres "não foi façanha pequena". O ministro espanhol já felicitou o candidato e também o ministro dos Negócios Estrangeiros português.

"Jogámos muito forte e publicamente. Anunciei desde o primeiro momento que nós iríamos aplicar a preferência ibero-americana, que iríamos votar em todos os candidatos da nossa comunidade histórica", disse José Manuel García-Margallo.

Em seguida enumerou os candidatos apoiados por Espanha: Christiana Figueres, da Costa Rica, Susanna Malcorra, da Argentina, e finalmente António Guterres.

O ministro espanhol também referiu que a escolha de Guterres "não era fácil" devido à existência de duas tendências, uma que defendia a escolha de uma mulher, e outra a de um candidato da Europa de Leste: "António Guterres não era nem da Europa de Leste. nem mulher", concluiu.

O antigo primeiro-ministro português António Guterres foi na quarta-feira indicado como favorito para secretário-geral da ONU pelo Conselho de Segurança à Assembleia-geral, que deverá aprovar o seu nome dentro de alguns dias.

O Conselho de Segurança anunciou na quarta-feira que o português era o "vencedor claro" da sexta votação informal, recebendo 13 votos de encorajamento e duas abstenções, uma das quais de um dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança, com direito de veto.

Este órgão, com poder de veto, deverá aprovar esta quinta-feira uma votação formal a indicar o nome de António Guterres para a Assembleia-Geral das Nações Unidas, formalizando assim a eleição do sucessor de Ban Ki-moon.

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.