sicnot

Perfil

Guterres na ONU

Guterres na ONU

Guterres na ONU

Presidente da República considera Guterres "o melhor para o cargo"

O Presidente da República português insiste que António Guterres "é o melhor para o cargo" de secretário-geral da ONU pela sua "capacidade e visão" enquanto Durão Barroso classifica a escolha do português como uma "distinção" para o país.

Marcelo Rebelo de Sousa salienta, num artigo de opinião publicado hoje no Diário de Notícias, que "é bom quando ganham os melhores".

"Vencer na cena internacional é extremamente complexo, tal a junção de razões conjunturais e estruturais, ainda por cima num mundo mais imprevisível do que nunca. Mesmo para os melhores. Mas quando os melhores ganham é bom, é muito bom. Foi o que aconteceu neste caso. António Guterres era e é, claramente, o melhor para o cargo", sublinha o chefe de Estado português.

Marcelo Rebelo de Sousa frisa que António Guterres ganhou "pelas suas qualidades pessoais, pelo seu currículo na própria ONU, pela capacidade de visão e de equação dos principais problemas universais".

O Presidente da República destaca também o apoio "de um esforço singular de unidade nacional, de uma solidariedade institucional absoluta, de uma diplomacia que teve no primeiro-ministro e, em especial, no ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros um papel estratégico crucial, de uma equipa notável e de um protagonista de exceção, que foi o representante de Portugal na ONU, embaixador Álvaro de Mendonça e Moura e da voz prestigiada do Presidente Jorge Sampaio".

Também o ex-presidente da Comissão Europeia Durão Barroso felicita António Guterres, num artigo de opinião hoje publicado no jornal Público, considerando ser "uma grande e merecida honra para ele" e "para o país".

Durão Barroso refere que apoiou a candidatura de António Guterres desde o início, "não apenas por um sentimento patriótico, mas porque sabia" que este "desempenharia o cargo com grande competência e dedicação".

"O secretário-geral da ONU é inevitavelmente uma das mais importantes posições da vida pública internacional. Para além das funções executivas, o cargo permite grande visibilidade e confere enorme projeção política e diplomática ao seu detentor", escreve.

O ex-presidente da Comissão Europeia declara também "que a autoridade do cargo depende em larga medida do modo como ele for exercido".

Também o ex-Presidente da República Jorge Sampaio enaltece a vitória de António Guterres num artigo de opinião publicado hoje no Público, destacando que a escolha ocorreu no dia em que se comemorava a implantação da República.

Jorge Sampaio salienta que o mandato de António Guterres "terá lugar num tempo extremamente complexo, marcado por uma imperiosa necessidade de pacificar as relações entre os povos, pôr fim a violentos conflitos que grassam em várias regiões do mundo e assegurar a construção de um mundo mais igual, marcado pela afirmação dos direitos, da justiça e pelo desenvolvimento sustentável".

O ex-primeiro-ministro português António Guterres foi o mais votado na quarta-feira no Conselho de Segurança das Nações Unidas para secretário-geral da ONU, uma votação que uniu a classe política portuguesa no elogio à sua escolha.

Depois de uma hora e meia de encontro, pela primeira vez na história da organização os 15 embaixadores dos países com assento no Conselho de Segurança falaram aos jornalistas para anunciar o nome do português que recolheu 13 votos de encorajamento e duas abstenções.

Este órgão, com poder de veto, deverá aprovar hoje uma votação formal a indicar o nome de António Guterres para a Assembleia-Geral das Nações Unidas, formalizando assim a eleição do sucessor de Ban Ki-moon.

Lusa

  • Os melhores jogadores do mundo pela FIFA da última década

    Desporto

    O português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi têm repartindo de forma igual os prémios de melhor jogador do mundo pela FIFA, na última década. Apesar destes dois nomes serem os mais falados, muitos outros jogadores foram nomeados para o prémio. Conheça a lista dos nomeados e dos vencedores desde 2007.

  • "Avançámos em primeiro lugar com incentivos às empresas"
    18:07

    Economia

    O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, esteve na Edição da Noite da SIC Notícias para falar do que pode ser feito depois da tragédia dos incêndios que assolou o país na última semana. O governante diz que já avançou com incentivos às empresas afetadas e que neste momento o mais importante é preservar a segurança das pessoas.

    Entrevista SIC Notícias

  • Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado debates com as bases do PSD
    0:40

    País

    Pedro Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado a realização de debates com as bases do partido. Fernando Negrão, responsável pela candidatura de Santana Lopes à presidência do PSD, já tinha advertido em comunicado que a posição de Rui Rio poderia também inviabilizar quaisquer outros frente a frente, incluindo os organizados pela comunicação social. Santana Lopes está na Guarda, no primeiro jantar com apoiantes desde que anunciou a candidatura.

  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura ao Governo

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta na terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • Gémeas siamesas correm risco de vida se não saírem de Gaza

    Mundo

    Duas irmãs gémeas siamesas correm risco de vida enquanto permanecerem em Gaza. Quem diz é o médico Alam Abu Hamba, do Hospital de Shifra, que garante que "situação complicada" das meninas não pode ser tratada por médicos no território costeiro, atulamente bloqueado pelo Egito e por Israel. Abu Hamba espera que o casal de gémeas possa ser transferido para fora da separação.

  • Encontrado corpo de menina posta de castigo na rua pelo pai

    Mundo

    Sherin Mathews estava desaparecida desde o dia 7 de outubro. Este domingo a polícia do estado norte-americano do Texas encontrou o corpo de uma criança que acreditam ser a menina de três anos, desaparecida depois de o pai a colocar de castigo na rua, durante a madrugada.

    SIC