sicnot

Perfil

Guterres na ONU

Guterres na ONU

Guterres na ONU

Governo agradece aos EUA apoio à candidatura de Guterres

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, agradeceu esta segunda-feira aos Estados Unidos o apoio que deram "desde o início" à candidatura de António Guterres ao cargo de secretário-geral das Nações Unidas.

Santos Silva falava numa iniciativa da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (FLAD), dedicada às eleições presidenciais nos Estados Unidos, que decorreu hoje em Lisboa.

"Agora posso dizer e agradecer o apoio e a compreensão que deram desde o início à candidatura do engenheiro António Guterres", afirmou o chefe da diplomacia portuguesa, salientando a importância do apoio americano para o caráter "global" e "representativo" da candidatura do ex-primeiro-ministro português.

O Conselho de Segurança da ONU escolheu na quinta-feira por unanimidade e aclamação António Guterres como secretário-geral da organização, decisão que deverá ser ratificada na próxima quinta-feira pela Assembleia Geral da organização.

Sobre o ato eleitoral americano, o ministro português frisou, independentemente do nome do vencedor do escrutínio do próximo dia 08 de novembro, que o futuro Presidente americano terá de entender "a importância vital da ligação, da aliança atlântica".

Para Santos Silva, a futura administração americana "não deve hesitar em cultivar as ligações que mantém na Europa", numa referência, nomeadamente, à NATO e ao Acordo de Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento (TTIP, na sigla em inglês).

Já em relação a Portugal, seja quem for o novo hóspede da Casa Branca, o chefe da diplomacia portuguesa afirmou que os Estados Unidos podem contar com este "parceiro leal", não esquecendo a importante e total cooperação política, militar e científica mantida ao longo de várias décadas, numa menção à base das Lajes, na ilha Terceira, Açores.

Os Estados Unidos elegem a 08 de novembro o seu próximo Presidente, o 45.º da história norte-americana e o sucessor de Barack Obama, num ato eleitoral disputado pela primeira mulher candidata de um grande partido, Hillary Clinton (democrata), e pelo magnata do imobiliário Donald Trump (republicano).

  • Marcelo promete entregar carta de menina com paralisia cerebral ao primeiro-ministro
    3:05

    País

    O Presidente da República está preocupado com os cuidadores dos cidadãos que precisam de cuidados paliativos. No Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, que se assinalou este sábado, Marcelo Rebelo de Sousa visitou a Casa do Tejo, em Algés, onde três famílias de crianças com paralisia cerebral e outros problemas de saúde são recebidas em conjunto com os pais para que toda a famíla possa receber apoio de técnicos especializados. O Presidente recebeu uma carta de uma menina de 5 anos, com paralisia cerebral, e prometeu que a vai entregar ao primeiro-ministro, para que seja aberta uma porta legislativa mais larga para os problemas das pessoas deficientes.

  • O impacto e as consequências do referendo em Itália
    1:02