sicnot

Perfil

Guterres na ONU

Guterres na ONU

Guterres na ONU

Governo agradece aos EUA apoio à candidatura de Guterres

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, agradeceu esta segunda-feira aos Estados Unidos o apoio que deram "desde o início" à candidatura de António Guterres ao cargo de secretário-geral das Nações Unidas.

Santos Silva falava numa iniciativa da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (FLAD), dedicada às eleições presidenciais nos Estados Unidos, que decorreu hoje em Lisboa.

"Agora posso dizer e agradecer o apoio e a compreensão que deram desde o início à candidatura do engenheiro António Guterres", afirmou o chefe da diplomacia portuguesa, salientando a importância do apoio americano para o caráter "global" e "representativo" da candidatura do ex-primeiro-ministro português.

O Conselho de Segurança da ONU escolheu na quinta-feira por unanimidade e aclamação António Guterres como secretário-geral da organização, decisão que deverá ser ratificada na próxima quinta-feira pela Assembleia Geral da organização.

Sobre o ato eleitoral americano, o ministro português frisou, independentemente do nome do vencedor do escrutínio do próximo dia 08 de novembro, que o futuro Presidente americano terá de entender "a importância vital da ligação, da aliança atlântica".

Para Santos Silva, a futura administração americana "não deve hesitar em cultivar as ligações que mantém na Europa", numa referência, nomeadamente, à NATO e ao Acordo de Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento (TTIP, na sigla em inglês).

Já em relação a Portugal, seja quem for o novo hóspede da Casa Branca, o chefe da diplomacia portuguesa afirmou que os Estados Unidos podem contar com este "parceiro leal", não esquecendo a importante e total cooperação política, militar e científica mantida ao longo de várias décadas, numa menção à base das Lajes, na ilha Terceira, Açores.

Os Estados Unidos elegem a 08 de novembro o seu próximo Presidente, o 45.º da história norte-americana e o sucessor de Barack Obama, num ato eleitoral disputado pela primeira mulher candidata de um grande partido, Hillary Clinton (democrata), e pelo magnata do imobiliário Donald Trump (republicano).

  • Passos explica porque se irritou com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.