sicnot

Perfil

Harry Potter

Harry Potter

Harry Potter

De Nova Iorque a Singapura, fãs de Harry Potter correram para comprar novo livro

© Neil Hall / Reuters

De Nova Iorque a Singapura, milhares de fãs correram hoje para comprar os primeiros exemplares do livro "Harry Potter e criança amaldiçoada", versão adaptada da peça de teatro que teve estreia mundial, no sábado, em Londres.

Mais de 500 pessoas que faziam fila na maior livraria da cidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos, a "Barnes & Noble da Union Square", bateram palmas quando a estante com os livros foi revelada, segundo uma reportagem da agência France Presse (AFP) no local.

Kate D'Auria, 24 anos, foi a primeira a ter um exemplar na mão. Contou que esperou mais de seis horas para ter o livro e que iria ficar o resto da noite a lê-lo.

O mesmo entusiasmo aconteceu em Singapura, onde quase 300 fãs de Harry Potter fizeram fila à porta da livraria Kinokuniy, que abriu às 07:01 locais (00:01 de domingo em Lisboa), para estar entre os primeiros no mundo a comprar o oitavo livro da saga.

Samantha Chua, uma estudante de 24 anos, estava desde as 05:00 locais à porta da livraria, situada no quarto andar de um centro comercial, sendo a primeira da fila, onde estava acompanhada do namorado.

"Eu cresci a ler livros e eles têm um lugar especial na minha biblioteca, mas esta é á a minha maior realização", disse Samantha Chua, que tinha vestida uma 't-shirt' com a imagem de Harry Potter.

O dia do lançamento não foi escolhido ao acaso, visto que 31 de julho é a data de aniversário da autora J. K. Rowling e da personagem Harry Potter.

O livro, desenvolvido por J. K. Rowling, Jack Thorne e John Tiffany, é oficialmente a oitava história da série e retrata os 19 anos que se seguiram após o final de Harry Potter e os Talismãs da Morte - Parte 2.

Um dos protagonistas da história é Albus Severus Potter, filho do Harry Potter e de Ginny Weasley.

Lusa

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Guterres apela à Coreia do Norte para cumprir resoluções

    Mundo

    O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, apelou este sábado ao ministro do Exterior da Coreia do Norte, Ri Yong Ho, para o cumprimento das resoluções que o Conselho de Segurança impôs ao país em resposta à sua escalada armada.

  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.