sicnot

Perfil

Harry Potter

Biblioteca Britânica anuncia exposição pelo 20º aniversário de Harry Potter

A Biblioteca Britânica, anunciou esta segunda-feira uma exposição inédita do fenómeno literário Harry Potter para comemorar o 20.º aniversário da publicação do primeiro livro da saga, "Harry Potter e a Pedra Filosofal".

A exposição vai abrir para o público no outono do próximo ano e nela serão expostos documentos originais da autora, J.K. Rowling, e da sua editora, Bloomsbury.

Os manuscritos e objetos especiais dos livros sobre o jovem feiticeiro vão partilhar o espaço de peças centenárias, como a Magna Carta, predecessora da Declaração Universal dos Direitos Humanos, e a primeira publicação das obras teatrais de Shakespeare.

A Biblioteca Britânica, situada a poucos metros da estação de King's Cross, em Londres, onde nos livros as personagens apanham o comboio até à escola de magia de Hogwarts, afirma que a exibição "vai levar os leitores numa viagem até ao coração da história de Harry Potter".

Jamie Andrews, diretor de Cultura da biblioteca, declarou que a equipa está expectante por trabalhar com a autora e a equipa editorial e assim contribuir para a celebração do 20.º aniversário de Harry Potter, cuja saga vendeu cerca de 500 milhões de livros em todo o mundo.

O objetivo da exposição, segundo Andrew, é também de "inspirar fãs com a magia das coleções já existentes na biblioteca".

Lusa

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras