sicnot

Perfil

Harry Potter

"Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los" será uma série de cinco filmes

A notícia foi avançada por J.K.Rowling esta quinta-feira. A autora sempre disse que seria feito mais de um filme e estabeleceu, em conjunto com o produtor David Heyman e o diretor David Yates, que fariam no mínimo uma trilogia. Agora, depois de organizar a trama do spin-off de Harry Potter, Rowling revela que vai precisar de cinco filmes para contar a história de Newt Scamandar.

O primeiro filme, protagonizado por Eddie Redmayne, será lançado no dia 17 de novembro. A segunda parte da aventura tem estreia prevista para novembro do próximo ano.

A história de "Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los" começa em 1926, cerca de 70 anos antes dos acontecimentos relatados em "Harry Potter". Newt Scamandar, um investigador sobre criaturas mágicas, chega a Nova Iorque para fazer escala durante uma viagem e a partir daí tudo corre mal.

A longa-metragem marca a estreia de J.K. Rowling como argumentista, na adaptação de um livro de 2001 com o mesmo nome.

Ao lado de Eddie Redmayne (vencedor do Óscar de melhor ator com "A Teoria de Tudo"), estão nomes como Katherine Waterston, Ezra Miller, Colin Farrell, Dan Fogler, Samantha Morton, Jon Voight, Gemma Chan, Carmen Ejogo e Ron Perlman.

A realização estará a cargo de David Yates, que realizou os últimos quatro filmes da saga "Harry Potter" e mais recentemente "A lenda de Tarzan".

Mais de 450 milhões de cópias dos sete livros de Harry Potter já foram vendidas em 79 línguas por todo o mundo. A saga de oito filmes assegura o recorde de ser a mais lucrativa de todos os tempos.

  • O erro histórico de J.K.Rowling

    Harry Potter

    Apesar de ter concluído a saga de Harry Potter há quase uma década, J.K.Rowling continua a escrever sobre o universo mágico que criou. A autora atualiza os seus fãs com pequenas histórias através do Pottermore, um site criado para o efeito. Na última história publicada, alguns fãs denunciam um erro histórico da autora.

  • "É mais um notável tiro no pé de Passos Coelho"
    4:04

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite, a polémica em torno de Pedro Passos Coelho, depois do presidente do PSD ter pedido desculpas por ter "usado informação não confirmada", ao falar na existência de suicídios, depois desmentidos, como consequência da falta de apoio psicológico na tragédia de Pedrógão Grande. Sousa Tavares considera que Passos Coelho deu "mais um tiro no pé" e defende que o líder da oposição "está notoriamente desgastado" e "caminha para uma tragédia eleitoral autárquica".

    Miguel Sousa Tavares

  • Este texto é sobre o bom senso. O bom senso que faltou a Passos Coelho quando, esta manhã, depois de uma visita pelas áreas ardidas de Pedrógão Grande, decidiu falar em suicídios. Passos não se referiu a tentativas, mas sim a atos consumados. Deu certezas. Disse que tinha conhecimento de “pessoas que puseram termo à vida” porque “que não receberam o apoio psicológico que deviam.”

    Bernardo Ferrão

  • Simplex+2017 promete simplificar burocracia
    1:08

    País

    Já está online o novo Simplex+2017, que vai simplificar a vida dos cidadãos, empresas e administração pública. Pagar impostos com cartão de crédito e ter o cartão de cidadão ou a carta de condução no telemóvel são alguns exemplos do que está previsto.

  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.