sicnot

Perfil

Telescópio Hubble

Imagens recolhidas pelo Hubble geraram mais de 10 mil artigos científicos

Imagens recolhidas pelo Hubble geraram mais de 10 mil artigos científicos

A NASA assinala esta sexta-feira uma data especial. Faz 25 anos que o telescópio Hubble foi enviado para órbita. Um feito que revolucionou a astrofísica e permitiu aos cientistas obter imagens únicas do Universo. Neste aniversário do Hubble, a NASA divulgou algumas das fotografias que o telescópio tem enviado para a Terra. As imagens recolhidas pelo telescópio geraram mais de 10 mil artigos científicos.

  • NASA divulga imagem inédita recolhida pelo telescópio Hubble a 559 km da Terra
    1:22

    Telescópio Hubble

    Trata-se de uma das mais incríveis invenções da Humanidade e faz esta quinta- 25 anos que foi enviado para o Espaço, à boleia do vaivém Discovery. O telescópio Hubble está a mais de 550 quilómetros da Terra e revolucionou a astrofísica e a forma como olhamos para o Espaço. Um projeto da NASA e da Agência Espacial Europeia, que recebeu o nome do astrónomo norte-americano Edwin Powell Hubble, conhecido pela descoberta das nebulosas, que afinal eram galáxias muito distantes, como a Via Látea. A substituição do Hubble já está em curso. O James Webb, o novo telescópio espacial, já tem data prevista de lançamento para 2018, como explica uma sénior projetista do Hubble, Jennifer Wiseman

  • Economia portuguesa a crescer
    2:26
  • Os likes dos candidatos às autárquicas no Facebook
    4:00

    Autárquicas 2017

    Se há mais de 5 milhões de portugueses no Facebook, é natural que as autárquicas também passem pela rede social mais usada no país e no mundo. A SIC apresenta-lhe os 10 candidatos cujas páginas têm mais seguidores e, para a comparação ser mais justa, os que têm mais seguidores em Portugal - porque há também quem estranhamente tenha milhares de fãs em países como Egito, Filipinas ou Vietname.

  • Embaixador do Bangladesh pede ajuda aos portugueses no caso dos rohingya

    Mundo

    O embaixador do Bangladesh em Lisboa pediu esta sexta-feira aos portugueses que ajudem a resolver o problema dos rohingya. Desde o final de agosto, mais de 400 mil pessoas desta minoria muçulmana fugiram de Myanmar, a antiga Birmânia. O Bangladesh já tinha acolhido outros 400 mil refugiados e vê-se agora a braços com esta crise migratória. Pede por isso a Portugal que pressione Myanmar para aceitar de volta e em segurança os rohingya.