sicnot

Perfil

Operação Marquês: Os Confrontos

Operação Marquês: Os Confrontos

As respostas de José Sócrates aos investigadores da Operação Marquês, as provas reunidas pelo maior processo judicial da democracia portuguesa contra os principais arguidos. A acusação sustenta que a maior fatia de luvas pagas a José Sócrates veio do Grupo Espírito Santo. Terão sido 29 milhões de euros, pagos por Ricardo Salgado, para influenciar as decisões políticas em negócios da PT. E ainda os detalhes das entregas de dinheiro ao ex-primeiro-ministro. Neste conjunto de grandes reportagens, é feita também uma viagem à capital francesa e aos gastos do ex-governante.

  • Os detalhes da investigação SIC
    36:41

    Operação Marquês

    A grande investigação SIC sobre a Operação Marquês em análise. Os interrogatórios, as escutas, os detalhes sobre as entregas de dinheiro a José Sócrates. Pedro Mourinho e Sara Pinto à conversa com os dois dos jornalistas responsáveis por esta série de reportagens: Sara Antunes de Oliveira e Luís Garriapa, e ainda o jornalista do Observador, Luís Rosa, e a editora de Política da SIC, Cristina Figueiredo.

  • "Os principais suspeitos da violação do segredo de justiça são o juiz e o procurador"
    0:34

    Operação Marquês

    José Sócrates vai constituir-se assistente no inquérito aberto pelo Ministério Público à publicação dos interrogatórios da Operação Marquês. Numa conferência de imprensa, na tarde desta sexta-feira, o ex-primeiro ministro criticou as reportagens exibidas pela SIC, mas disse que os principais suspeitos da violação do segredo de justiça são o procurador Rosário Teixeira e o juiz Carlos Alexandre.

  • "É inaceitável a forma como Sócrates falou para o procurador"
    1:37

    Operação Marquês

    A Operação Marquês e a investigação da SIC estiveram em análise no programa desta quarta-feira "Negócios da Semana", com Cristina Ferreira, Paulo Ralha e António Ventinhas. A jornalista do jornal Público, Cristina Ferreira, considera inaceitável a forma como o ex-primeiro-ministro, José Sócrates, falou com o procurador que conduzia o inquérito. 

  • O amigo do senhorio: uma viagem aos gastos de Sócrates
    44:32

    Grande Reportagem SIC

    A Grande Reportagem "O Amigo do Senhorio" é uma viagem a Paris, aos gastos do antigo Primeiro-ministro José Sócrates e à vida de luxo na capital francesa, já depois do antigo Primeiro-ministro estar a ser investigado pela justiça portuguesa no âmbito da operação Marquês. A Portugal chegavam relatos tímidos de um quotidiano em Paris, onde estudava o ex primeiro-ministro. Por cá, muitos perguntavam-se: Como? Como era possível que, sem se lhe conhecer fortuna, José Sócrates conseguisse viver numa das capitais europeias mais caras, numa casa de luxo, situada num bairro elitista e ainda sustentasse os dois filhos naquela cidade e, por temporadas, também a ex-mulher? A resposta a todas estas questões é dada na Grande Reportagem "O Amigo do Senhorio".

  • O amigo do senhorio: uma viagem aos gastos de Sócrates
    44:32

    Operação Marquês

    Depois de deixar o Governo, em 2011, e durante mais de um ano, ninguém soube ao certo o que andava a fazer José Sócrates. A Portugal chegavam relatos tímidos de um quotidiano em Paris, onde estudava o ex primeiro-ministro. Por cá, muitos perguntavam-se: Como? Como era possível que, sem se lhe conhecer fortuna, José Sócrates conseguisse viver numa das capitais europeias mais caras, numa casa de luxo, situada num bairro elitista e ainda sustentasse os dois filhos naquela cidade e, por temporadas, também a ex-mulher? A resposta a todas estas questões é dada na Gande Reportagem "O Amigo do Senhorio". É uma viagem a Paris e aos gastos do ex-governante.

  • Os detalhes da investigação SIC
    36:41

    Operação Marquês

    A grande investigação SIC sobre a Operação Marquês em análise. Os interrogatórios, as escutas, os detalhes sobre as entregas de dinheiro a José Sócrates. Pedro Mourinho e Sara Pinto à conversa com os dois dos jornalistas responsáveis por esta série de reportagens: Sara Antunes de Oliveira e Luís Garriapa, e ainda o jornalista do Observador, Luís Rosa, e a editora de Política da SIC, Cristina Figueiredo.

  • A nuvem opaca à volta da Zyrcan
    3:25

    José Sócrates: O Confronto

    Focada nos pagamentos, a Operação Marquês dedicou pouco tempo a olhar para a forma como se financiava a ES Enterprises, o alegado saco azul. Ainda assim, a Autoridade Tributária dedicou alguns parágrafos a descrever a forma como entrava o dinheiro que serviria depois para pagar luvas milionárias a figuras como José Sócrates, Zeinal Bava e Henrique Granadeiro. Os muitos milhões vinham, sobretudo, de um veículo financeiro, que tinha lucros astronómicos em negócios com os clientes do GES.

  • Ricardo Salgado: "Devo dizer que nunca vi tanta mentira junta"
    2:20

    José Sócrates: O Confronto

    José Sócrates e Ricardo Salgado já negaram várias vezes terem uma relação próxima. Garantem, aliás, que até se desentenderam, pouco antes de Sócrates sair do Governo. O Ministério Público insiste que os dois foram aliados no condicionamento de vários negócios da PT, que geraram dezenas de milhões de euros de luvas. E usa uma escuta telefónica como prova, para contradizer a versão dos arguidos.

  • José Sócrates irrita-se e grita com o Procurador
    3:02

    José Sócrates: O Confronto

    A acusação da Operação Marquês diz que o primeiro pagamento a José Sócrates, vindo do Grupo Espírito Santo, foi feito através do BES Angola. Os intermediários terão sido Hélder Bataglia, presidente da Escom, e José Paulo Pinto de Sousa, primo de Sócrates. Bataglia diz que foi apenas um empréstimo e que não sabia que o dinheiro tinha sido usado para fazer pagamentos alegadamente em favor do antigo primeiro-ministro.

  • "Oui, Monsieur - O Saco Azul do Marquês" (Parte II)
    24:59

    Operação Marquês

    O Ministério Público estima que, em apenas 8 anos, a ES Enterprises movimentou mais de três mil milhões de euros. E sempre à margem de qualquer controlo. Na tese da Operação Marquês, foi desta empresa fantasma que saiu a maior parte das luvas alegadamente pagas por Ricardo Salgado a José Sócrates, Zeinal Bava, Henrique Granadeiro e Hélder Bataglia, por causa dos negócio da PT. Na primeira parte da grande reportagem "Oui, Monsieur - o saco azul do marquês" vimos como o chumbo da OPA da SONAE à PT terá sido o primeiro desses negócios.Agora, olhamos para outros pagamentos milionários e procuramos perceber o que está atrás desse alegado saco azul. A investigação concluiu que era financiado através de operações financeiras complexas, por vezes com dinheiro dos clientes do BES.