sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Fortes indícios de envolvimento de Lula e família no Lava Jato

Fortes indícios de envolvimento de Lula e família no Lava Jato

O procurador brasileiro diz que não há ninguém isento de investigação no Brasil e que há fortes indícios que envolvem Lula da Silva, a família e o Instituto Lula na operação Lava Jato. O ex-Presidente do Brasil foi convocado pela Polícia Federal para explicar o recebimento de favores indevidos e 7,2 milhões de euros (30 milhões de reais).

Segundo o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, que faz parte do grupo de trabalho da Lava Jato em Curitiba, entre 2011 e 2014 seis empresas envolvidas nos escândalos de corrupção da Petrobras teriam doado 20 milhões de reais ao Instituto Lula.

Essas empresas citadas pelo procurador são a Camargo Corrêa, Odebrecht, UTC, OAS, Queiroz Galvão e Andrade Gutierrez.

Destas seis, cinco também teriam pagado outros 10 milhões de reais por palestras dadas pelo ex-Presidente Luís Inácio Lula da Silva.

"Cerca de 60% das doações para o Instituto Lula e 47% das palestras pagas ao presidente por meio da empresa LILS vêm essas companhias", explicou o procurador.

Lula da Silva foi o principal implicado na 24.ª fase da operação Lava Jato, batizada de operação Aletheia (que significa "verdade" em grego), realizada na manhã de hoje pela Polícia Federal e que está ligada ao caso de alegada corrupção na Petrolífera Petrobras.

O procurador afirmou, porém, que não existe nenhum mandado de prisão contra o ex-Presidente brasileiro.

"Temos que verificar se existem os pressupostos para uma prisão, nós entendemos que os factos não indicavam esses pressupostos. As investigações não são conclusivas a ponto de pedir a prisão do senhor Luiz Inácio, por isso, convocámo-lo para prestar um depoimento coercitivo", disse.

Além das doações e pagamentos às empresas de Lula da Silva, os promotores estão a investigar se reformas em imóveis usados pelo político, uma quinta na cidade de Atibaia e um tríplex na cidade do Guarujá, foram realizadas como favores por vantagens ilícitas.

"Ações de empresas no tríplex e no sítio [quinta] de Atibaia estão sendo apuradas como favores concedidos ao Lula. Nós estamos a verificar se estes favores estão vinculados a atos na Petrobras, investigados na operação Lava Jato", relatou Santos Lima.

Segundo nota divulgada hoje de manhã pelo Ministério Público, há evidências de que o ex-presidente recebeu, em 2014, pelo menos um milhão de reais sem aparente justificação económica lícita da OAS, através de obras no apartamento em Guarujá.

"Há evidências de que o ex-Presidente Lula recebeu valores oriundos do esquema Petrobras", em obras feitas no apartamento triplex e da quinta em Atibaia, "da entrega de móveis de luxo nos dois imóveis e da armazenagem de bens por uma transportadora", destacou a nota.

O Ministério Público brasileiro destaca o facto de o ex-Presidente Lula, ter adquirido em 2010 duas propriedades em Atibaia mediante interpostas pessoas, pelo valor de 1,5 milhões de reais.

"Há fortes indícios de que, entre 2010 e 2014, Lula recebeu pelo menos 770 mil reais sem justificação económica lícita de José Carlos Bumlai e das empresas Odebrecht e OAS", referiu.

O órgão também citou os pagamentos ao ex-Presidente feitos por empresas investigadas na Lava Jato, a título de supostas doações e palestras.

Com Lusa

  • Lula interrogado, Dilma também poderá ser chamada em breve
    1:27

    Crise no Brasil

    A correspondente da SIC no Brasil diz que a atual Presidente Dilma Roussef também poderá ser chamada em breve para depor no âmbito da investigação Lava Jato. A jornalista Ivani Flora acrescenta que a notícia da detenção de Lula da Silva para interrogatório não foi recebida com surpresa. O antigo presidente já prestou depoimento, entretanto.

  • Lula da Silva detido para interrogatório

    Mundo

    O ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva foi detido e levado para o aeroporto de Congonhas, em São Paulo, onde deve prestar declarações à Polícia Federal (PF), divulgou a imprensa brasileira. As autoridades fizeram hoje buscas na casa de Lula da Silva, no âmbito da investigação anticorrupção que está a ser levada a cabo no país, conhecida como operação Lava Jato.

  • A menina síria que relata a guerra no Twitter está bem, diz o pai

    Mundo

    Bana Alabed, a menina síria de 7 anos que conta no Twitter a luta pela sobrevivência e os horrores da guerra em Alepo, teve de abandonar a sua casa que foi bombardeada mas está bem, disse hoje o seu pai à Agência France Press. A conta esteve fechada domingo, mas foi entretanto reativada e tem hoje uma nova publicação de Bana.

  • Parkinson pode ter início nos intestinos

    Mundo

    Um novo estudo científico vem revelar que a doença de Parkinson pode não estar apenas no cérebro. A doença pode ter início nos intestinos e mais tarde migrar para o cérebro.