sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Operação Lava Jato

Quase dois terços dos deputados brasileiros pensam que Dilma será destituída do cargo

Quase dois terços (62%) dos deputados brasileiros pensam que a Presidente brasileira, Dilma Rousseff, acusada de forjar as contas públicas, será destituída pelo Congresso, segundo uma pesquisa de opinião publicada hoje pelo jornal O Dia.

© Adriano Machado / Reuters

"Em apenas três semanas, a percentagem quase triplicou", sublinhou Murilo Aragão, diretor da empresa de sondagens Arko Advice, que realizou a pesquisa, efetuada entre 15 e 17 de março, com 100 deputados (em 513) de 23 partidos brasileiros.

Na última pesquisa de opinião, realizada em fevereiro, somente 24,5% dos deputados entrevistados pensavam dessa maneira.

A Câmara dos Deputados aprovou, na quinta-feira, a constituição da comissão especial responsável pelo andamento do processo de destituição (impeachment) da Presidente do Brasil.

No processo de destituição, os parlamentares vão analisar se a Presidente Dilma Rousseff cometeu crimes de responsabilidade previstos na Constituição e na Lei de Responsabilidade Fiscal.

Numa outra sondagem da empresa Arko Advice, realizada na quinta-feira, igualmente publicada hoje pelo jornal O Dia, mostra que a comissão especial está dividida: 32 membros aprovam a destituição, 31 são contra e dois estão indecisos.

Entretanto, "o panorama pode mudar muito rapidamente", advertiu Murilo Aragão.

Entre os brasileiros, as opiniões a favor da destituição da Presidente estão a crescer: a pesquisa Datafolha, publicada no sábado, indicou 68% da população - oito pontos a mais do que em fevereiro - é pelo 'impeachment'.

O Brasil vive atualmente uma grande crise política, com manifestações nas ruas, que teve o seu ponto alto com a nomeação do ex-Presidente Lula da Silva como ministro da Casa Civil de Dilma Rousseff, para que tivesse imunidade jurídica e, segundo a imprensa brasileira, assim travar a investigação de que é alvo da Justiça através da Operação Lava Jato que investiga um grande esquema de corrupção no país.

Lusa

  • Rúben Lima nega crimes de corrupção no processo Cashball
    6:04

    Desporto

    Rúben Lima, um dos 8 jogadores suspeitos de terem sido aliciados por intermediários ao serviço do Sporting para beneficiar o clube de Alvalade, nega todos os crimes investigados pela Polícia Judiciária. Numa entrevista exclusiva à SIC, o jogador do Moreirense garante que não conhece nenhum dos quatro arguidos detidos no âmbito do processo Cashball.

    Exclusivo SIC

  • Partido Podemos com votação inédita em Espanha
    1:32

    Mundo

    Há uma votação inédita em Espanha. O Podemos começou esta terça-feira a decidir a continuidade do líder do partido, depois de Pablo Iglesias e a companheira terem comprado uma casa de 600 mil euros.

  • Rui Rio alerta que violações do segredo de justiça ameaçam democracia
    2:16

    País

    Rui Rio diz que não pede demissões "a cada esquina" e prefere aguardar pelas respostas do ministro Adjunto Siza Vieira, sobre o alegado conflito de interesses com os acionistas chineses da EDP. O líder do PSD esteve esta terça-feira reunido com a direção nacional da Polícia Judiciária, onde defendeu que a violação do segredo de justiça é insustentável e ameaça o regime democrático.

  • Reclusos limpam Ria Formosa
    3:01

    País

    Alguns reclusos do estabelecimento prisional de Olhão estão pela segunda vez a limpar a ilha da Armona, na Ria Formosa. São homens que beneficiam de regime aberto e, em fim de cumprimento de pena, têm com este trabalho uma amostra da liberdade que tanto aguardam.

  • A maior obra de reconversão urbana em Portugal 20 anos depois
    3:47