sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Operação Lava Jato

Lista cita 200 políticos suspeitos de receberem dinheiro de construtora brasileira

Uma lista, recolhida pelas autoridades brasileiras, com cerca de 200 políticos suspeitos de receberem dinheiro ilícito da construtora Odebrecht foi hoje divulgada pelo portal de notícias UOL.

© Ricardo Moraes / Reuters

Segundo o site, a lista que inclui políticos de 18 partidos fazia parte da informação recolhida pelos investigadores judiciais da operação Lava Jato.

Os nomes agora divulgados constavam em folhas de cálculo que estavam na posse de Benedicto Barbosa Silva Júnior, presidente da Odebrecht Infraestrutura, apreendidas na 23.ª fase da operação Lava Jato.

Na terça-feira, na sequência da 26ª fase desta investigação, esta e outros documentos aprendidos pela Polícia Federal foram tornados públicos pelo juiz Sérgio Moro.

As folhas de cálculo citam nomes de políticos da oposição e do governo. Entre os opositores mencionados estão o senador Aécio Neves, do Partido da Social Democracia Brasileira, Eduardo Cunha e Romero Jucá, do Partido do Movimento Democrático Brasileiro, que suporta o Governo de Dilma Rousseff.

A lista inclui elementos ligados ao Executivo: Humberto Costa e Jaques Wagner, ambos do Partido dos Trabalhadores.

De acordo com o site UOL, os nomes dos políticos e os valores pagos não foram automaticamente considerados como prova de desvio de dinheiro da empreiteira, mas como indícios que serão esclarecidos nas investigações posteriores da operação Lava Jato.

Na terça-feira, a Odrebrecht divulgou um comunicado, informando que vai colaborar de maneira definitiva com as investigações de corrupção em curso no âmbito da operação Lava Jato.

Este anúncio foi feito horas depois de o Ministério Público brasileiro ter iniciado a operação Xepa, que investiga a existência de um departamento dedicado ao pagamento de subornos, que funcionava dentro da Odebrecht.

A Operação Lava Jato começou em março de 2014 e é considerada uma das maiores investigações a atos de corrupção e branqueamento de capitais no Brasil, tendo já feito vários detidos, e em que já foi ouvido o ex-presidente brasileiro Lula da Silva.

Lusa

  • Juiz da operação Lava Jato afastado do caso Lula

    Operação Lava Jato

    Um magistrado do Supremo Tribunal brasileiro retirou na terça-feira a investigação sobre Lula da Silva ao juiz Sérgio Moro, que conduz a Operação Lava Jato, e ordenou que passe para o Supremo. O ex-Presidente não poderá ser preso ou alvo de qualquer diligência do processo pelo menos durante os próximos dias.

  • O que é o caso Lava Jato
    1:43

    Operação Lava Jato

    Na origem do caso que poderá levar Lula da Silva à cadeia está o processo de corrupção Lava Jato. Os suspeitos são empresários e políticos, num esquema de lavagem de dinheiro que terá movimentado cerca de 10 mil milhões de euros. Lula da Silva é suspeito de ter recebido um apartamento de luxo.

  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.

  • Presidente do Brasil formalmente acusado de corrupção

    Mundo

    O Procurador-Geral da República do Brasil apresentou na noite de segunda-feira ao Supremo Tribunal Federal uma denúncia contra o Presidente Michel Temer e o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) pelo crime de corrupção passiva.

  • Reconquista de Mossul ao Daesh pode estar para breve
    1:27
  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.