sicnot

Perfil

Operação Lava Jato

Dilma diz que não haverá remodelação governamental até à votação da destituição

Dilma diz que não haverá remodelação governamental até à votação da destituição

Dilma Rousseff fez hoje saber que não haverá qualquer reforma ministerial até até à votação do processo de destituição que está em curso na Câmara dos Deputados. O anúncio foi feito no mesmo dia em que o vice-presidente brasileiro anunciou o abandono da liderança do PMDB.

  • Corrupção no Brasil, Portugal ao espelho

    José Gomes Ferreira

    Todos os dias ficamos a conhecer novos pormenores dos vários escândalos que afetam a vida pública brasileira. Os casos são tantos e tão graves que perdemos a capacidade de armazenar todos os dados na memória. O destaque do que vamos retendo vai para a desesperada tentativa de Dilma Rousseff de ajudar o seu amigo ex-presidente, cuja boa memória de defensor dos pobres e explorados se desvanece mais rapidamente que uma tempestade tropical. Os pormenores são complexos, mas a matriz da corrupção é simples.

  • Lula discursa nas ruas em apoio a Dilma
    1:30

    Operação Lava Jato

    O ex-presidente saiu às ruas em busca de apoio à atual Presidente Brasileira. Em cima de um autocarro com a frase "Somos Todos Lula", o ex-presidente disse que os meios de comunicação devem um pedido de desculpas por inventarem mentiras diariamente. Dilma precisa de um terço dos votos dos 513 deputados para impedir o processo de destituição.

  • Dilma afasta ministro do Desporto do Governo
    1:30

    Mundo

    Dilma Rousseff afastou o ministro do Desporto do Governo, a quatro meses dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. George Hilton foi o centro das atenções desde que trocou de partido para se manter no Governo brasileiro. O novo ministro é Ricardo Leyser, o funcionário do ministério responsável pela organização dos Jogos Olímpicos.

  • Pyongyang compara Trump a Hitler

    Mundo

    A Coreia do Norte compara o Presidente norte-americano Donald Trump a Adolf Hitler. Pyongyang já acostumou o mundo à sua linguagem "colorida" quando critica os seus inimigos. Mas comparações com o responsável por mais de 60 milhões de mortes são muito raras.