sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Operação Lava Jato

MP do Brasil recomenda anulação da nomeação de Lula como ministro

O Ministério Público do Brasil recomendou hoje a anulação da nomeação de Lula da Silva como ministro num parecer enviado para o Supremo Tribunal. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, alegou no parecer que identificou na nomeação de Lula da Silva indícios de "desvio de finalidade" com o objetivo de blindar o ex-Presidente brasileiro com privilégios (imunidade) num momento em que enfrenta vários processos na Justiça.

© Paulo Whitaker / Reuters

Brasil: Ministério Público recomenda anulação de nomeação de Lula da Silva como ministro

Segundo Janot, as circunstâncias da nomeação, incluindo a "atuação bastante inusual da Presidência da República", permitem identificar "elementos suficientes para firmar a ocorrência de desvio de finalidade no ato oficial e, em consequência, para solicitar a anulação do decreto presidencial".

O parecer do procurador vai servir de base para a decisão que terá de tomar nos próximos dias o Supremo Tribunal Federal sobre recursos apresentados contra uma medida cautelar interposta pelo magistrado Gilmar Mendes, que anulou provisoriamente a nomeação de Lula da Silva como ministro.

O ex-Presidente brasileiro foi nomeado no mês passado ministro da Presidência da atual chefe de Estado, Dilma Rousseff, mas uma medida cautelar suspendeu o exercício do cargo por Lula da Silva.

Segundo o parecer do procurador-geral da República, "o momento da nomeação, a inesperada antecipação do ato em que assumiu o cargo e a circunstância bastante fora do comum do envio do ato de nomeação reforçam a perceção de desvio de finalidade".

Lusa

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Milhares de brasileiros protestam na Praia de Copacabana contra Temer
    3:04
  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40
  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.