sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Maioria dos deputados brasileiros quer a destituição de Dilma

Uma sondagem divulgada hoje pelo jornal Folha de S. Paulo indica que 60% dos parlamentares brasileiros da Câmara dos Deputados pretende a destituição da Presidente Dilma Rousseff, pelo que vão votar a favor da continuação desse processo.

© Ricardo Moraes / Reuters

Os dados do Instituto Datafolha indicam que a chefe de Estado tem contra si, neste momento, 308 votos, 34 menos que os 342 necessários.

A pesquisa informou que 21%, ou seja 108 parlamentares, declararam que vão votar contra a destituição.

Os deputados indecisos ou que ainda não divulgaram a sua decisão totalizam 18%.

A Câmara dos Deputados do Brasil é composta por 513 parlamentares e para que haja a indicação de abertura de um processo de 'impeachment' (destituição) de um Presidente, são necessários os votos de dois terços do plenário: 342 deputados.

Para arquivar o processo, a Presidente precisa do apoio de 171 deputados.

Se o pedido de destituição de Dilma Rousseff for aprovado pelos deputados, este será remetido para o Senado, que decidirá dar ou não andamento ao processo.

Segundo o que está previsto pelo Supremo Tribunal Federal, a decisão dos senadores pode contrariar a dos deputados.

O Senado é responsável pelo processo e o julgamento de destituição de um Presidente no Brasil.

Lusa

  • Bruno de Carvalho e Octávio Machado suspensos

    Desporto

    O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, e o diretor-geral para o futebol, Octávio Machado, foram esta terça-feira suspensos pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, na sequência de uma queixa apresentada pelo Benfica em novembro de 2015.

  • Corredora exausta é levada ao colo até à meta na meia maratona do amor
    1:06

    Mundo

    Aconteceu este domingo em Filadélfia, EUA. A poucos metros da meta uma corredora exausta é amparada por dois colegas. Mas o cansaço é tanto que fica sem força nas pernas. É quando aparece a terceira ajuda. Um homem volta para trás e leva-a no colo até à meta. A centímetros do fim larga-a para que a corredora possa atravessar a meta pelo seu próprio pé.

    Patrícia Almeida

  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho