sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Operação Lava Jato

Dilma exonera ministros para votarem contra a destituição

A Presidente brasileira, Dilma Rousseff, exonerou quatro ministros do governo que têm mandato na Câmara dos Deputados para reassumirem o cargo de parlamentares e votarem contra o seu "impeachment" no domingo.

© Ueslei Marcelino / Reuters

As exonerações, publicadas no "Diário Oficial da União" de hoje, aplicam-se aos ministros Celso Pansera, titular da pasta da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcelo Castro, responsável pela Saúde, e Mauro Lopes, da Secretaria de Aviação Civil, todos do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB).

O PMDB, que era o principal aliado do Partido dos Trabalhadores (PT) de Dilma Rousseff e responsável por seis ministérios, decidiu, a 29 de março, abandonar o executivo, mas na altura nem todos os ministros desta força política concordaram em deixar os cargos.

O outro ministro exonerado foi Patrus Ananias, do PT e responsável pelo Desenvolvimento Agrário.

Também foi publicada hoje a exoneração de Gilberto Occhi, que na quarta-feira decidiu abandonar a liderança do Ministério da Integração Nacional, na sequência de um pedido do Partido Progressista (PP), no qual é filiado.

Numa reunião na terça-feira à noite, por ampla maioria, o PP decidiu votar a favor da impugnação do mandato da Presidente brasileira, Dilma Rousseff.

Para o lugar de Gilberto Occhi, foi nomeado, interinamente, José Rodrigues Pinheiro Dória, que comanda a Secretaria Nacional de Irrigação e que passará a acumular as duas funções.

Estes votos podem vir a fazer a diferença, numa altura em que Dilma Rousseff vê o seu futuro na Presidência cada vez mais incerto, com várias formações políticas a anunciarem que vão votar a favor do seu afastamento na votação de domingo na Câmara dos Deputados.

Para o processo de destituição da Presidente ser aprovado e seguir para o Senado, são necessários os votos de pelo menos 342 dos 513 deputados.

Para arquivar o pedido, o governo precisa do apoio de 172 deputados, entre votos a favor, faltas e abstenções.

A possibilidade de impugnação do mandato de Dilma Rousseff surgiu na sequência da revelação das chamadas "pedaladas fiscais", atos ilegais resultantes da autorização de adiantamentos de verbas de bancos para os cofres do Governo para melhorar o resultado das contas públicas.

Se o pedido de 'impeachment' for aprovado, o vice-presidente, Michel Temer, assumirá interinamente o cargo.

Lusa

  • Quem deve ser o próximo treinador do FC Porto?

    Desporto

    Nuno Espírito Santo já não é treinador do FC Porto. O técnico e o clube chegaram a acordo mútuo para a rescisão do contrato, que o ligava por mais uma temporada aos dragões. Nuno Pinto da Costa tem agora que encontrar um novo treinador para orientar dos "dragões". Os nomes em cima da mesa são vários. Diga-nos quem deve ser o novo treinador do FC Porto.

  • Os treinadores do FC Porto desde o último título 

    Desporto

    Nunca o FC Porto esteve quatro anos consecutivos sem ganhar um título durante a presidência de Nuno Pinto da Costa. A ausência de vitórias teve início na época de 2013/14, quando começou uma autêntica dança de treinadores.

  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • Divulgado vídeo dos bambardeamentos contra o Daesh no Iraque
    0:42
  • Leão-marinho arrasta criança de doca em Vancouver
    0:51

    Mundo

    O momento em que um leão-marinho arrasta uma menina para a água foi gravado e publicado na internet. Sem nada que fizesse prever, o animal puxou a criança que estava sentada numa doca em Vancouver, no Canadá. A criança foi resgatada de imediato por um familiar e apesar do susto não sofreu ferimentos. O momento de aflição foi testemunhado por vários turistas.