sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Lula da Silva diz que se Temer quer chegar a Presidente deve ir a eleições

O ex-Presidente brasileiro Lula da Silva disse este sábado em Brasília, num discurso contra a impugnação da Presidente Dilma Rousseff, que se o vice-presidente, Michel Temer, quer ser Presidente que lute nas eleições.

© Stringer . / Reuters

"Para eu chegar a Presidente da República, perdi três eleições. (...) Se Temer quer ser candidato, que não tente através do golpe", disse Lula da Silva, perante manifestantes no centro de Brasília.

O ex-Presidente sublinhou que "parece que a elite brasileira não gosta muito de democracia" e lembrou os tempos árduos em que a sua geração lutou pelo regime democrático no país.

"Não vamos sair do Brasil, não vamos nos exilar (...) Nunca nos irão ver a pregar a discórdia", vincou, fazendo a distinção entre o seu partido e os opositores.

Num discurso voltado para a oposição, Lula da Silva continuou: "Não adianta carregar a bandeira amarela e dizer que é mais brasileiro que nós. Se qualquer um desses cortar o dedo, quero saber se vai sair sangue amarelo. A nossa democracia aceita a diferença. A deles, não. Na deles, se o pobre sobe um degrau, incomoda".

O ex-chefe de Estado e mentor político da atual Presidente confessou também a dificuldade em conquistar aliados contra o processo de 'impeachment' na reta final antes da votação do pedido de 'impeachment' (impugnação) na Câmara dos Deputados, agendada para domingo.

"Só temos 513 votos para conquistar. Precisamos conquistar metade desses 513 votos. Ou não os deixar conquistar 342. Então é uma guerra de sobe e desce. Parece a bolsa de valores", disse.

Num último esforço para tentar somar os votos necessários para barrar o pedido de afastamento de Dilma Rousseff, Lula da Silva referiu que ainda tem de conversar com governadores para ajudar ao processo.

O pedido de destituição do cargo tem como base as chamadas "pedaladas fiscais", atos ilegais resultantes da autorização de adiantamentos de verbas de bancos para os cofres do Governo para melhorar o resultado das contas públicas.

Se o pedido de impugnação de Dilma for aprovado na Câmara dos Deputados e, depois, no Senado, o vice-presidente, Michel Temer, assumirá interinamente o cargo.

Lusa

  • Morte de portuguesa no Luxemburgo afinal não aconteceu

    País

    A morte de uma portuguesa em Bettembourg, no sul do Luxemburgo, não terá acontecido. O Jornal do Luxemburgo avançou, esta manhã, que a emigrante portuguesa tinha sido baleada mortamente pelo filho, uma informação entretanto desmentida por outro jornal online. Segundo o Bom Dia Luxemburgo, o que aconteceu foi afinal uma rusga policial.

  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Hora do Planeta, apagam-se as luzes para despertar consciências
    2:19
  • Divorciados vão poder dividir filhos no IRS 

    Economia

    Os divorciados vão passar a poder dividir os filhos no IRS (imposto sobre o rendimento singular) e o Governo está a estudar soluções para que em 2018 haja um novo sistema para lidar com a guarda conjunta de filhos.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Ataques aéreos dos EUA em Mossul podem ter causado a morte de 200 civis
    1:22
  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.

  • Quando o cancro chega por mero acaso
    1:55

    Mundo

    Cerca de dois terços das mutações que ocorrem nas células cancerígenas devem-se ao acaso, segundo um estudo da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos. Em Portugal, o Diretor do Programa Nacional Doenças Oncológicas alerta para a importância de um diagnóstico precoce e um estilo de vida saudável como forma de reduzir a fatalidade.