sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Operação Lava Jato

Câmara dos Deputados vota hoje pedido de afastamento de Dilma

A Câmara dos Deputados do Brasil vota hoje o pedido de impugnação do mandato da Presidente Dilma Rousseff, enquanto são esperados milhares de manifestantes na capital, Brasília. O segundo dia de sessões terminou cerca das 3:42 locais (7:32 em Lisboa), depois de quase 50 horas de debates.

© Ueslei Marcelino / Reuters

A votação está marcada para as 14:00 (18:00 em Lisboa) e deverá prolongar-se durante a tarde, dado que os líderes de todos os partidos poderão falar para orientar o voto das suas bancadas e depois cada deputado será chamado, dispondo de 10 segundo para anunciar o seu voto.

Para o processo de impugnação do mandato presidencial e destituição de Dilma Rousseff avançar para o Senado (a câmara alta do Congresso brasileiro) são necessários os votos de pelo menos 342 dos 513 deputados da Câmara. Para arquivar o processo, a chefe de Estado precisa do apoio de 171 deputados, entre votos a favor, faltas e abstenções.

Se a impugnação avançar e passar depois no Senado, o vice-presidente brasileiro, Michel Temer, assume temporariamente a presidência até ao encerramento do processo, que não pode demorar mais do que 180 dias.

Nessa altura, decorrerão os interrogatórios, a apresentação de provas e a defesa de Dilma Rousseff para validar ou não a denúncia.

Depois, a votação final ditará se Dilma Rousseff volta ao cargo ou se será condenada, ficando impedida de exercer qualquer função pública por oito anos.

Segundo dia de sessões durou quase 50 horas

A sessão plenária da Câmara dos Deputados começou na sexta-feira de manhã com as alegações dos autores do pedido de impugnação e da "defesa" de Dilma Rousseff pelo advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, e prolongou-se no sábado com intervenções dos partidos e dos deputados.

O segundo dia de sessões terminou cerca das 3:42 locais (7:32 em Lisboa), depois de quase 50 horas de debates. De acordo com a imprensa brasileira, esta terá sido a sessão mais longa da história da Câmara dos Deputados.

O encerramento ocorreu quando terminaram as intervenções de todos os deputados inscritos para falar e que ainda estavam presentes. Dos 249 inscritos, apenas 119 deputados falaram.

Manifestações no centro de Brasília

Estão também previstas para hoje manifestações a favor e contra a destituição de Dilma Rousseff no centro de Brasília, com manifestantes a chegarem à capital brasileira desde segunda-feira e a montarem tendas nas proximidades do Congresso.

As autoridades locais determinaram que a área defronte do Congresso Nacional seja isolada e restrita apenas a agentes da polícia, bombeiros e militares.

Foi também levantada uma barreira, com um quilómetro de comprimento, para dividir os manifestantes a favor e contra a destituição, e a Força Nacional reforçou o efetivo, com milhares de polícias e militares destacados para o local.

A expectativa das autoridades é de que cerca de 300 mil pessoas acompanhem a votação no local.

A possibilidade de impugnação do mandato de Dilma Rousseff surgiu na sequência da revelação das chamadas "pedaladas fiscais", atos ilegais resultantes da autorização de adiantamentos de verbas de bancos para os cofres do Governo para melhorar o resultado das contas públicas.

Com Lusa

  • Cientistas testam útero artificial em cordeiros prematuros

    Mundo

    Um grupo de cientistas desenvolveu um útero artificial - o Biobag - que se assemelha a uma bolsa de plástico e que ajuda no desenvolvimento de cordeiros prematuros. O método foi testado nestes animais mas os cientistas do Hospital Pediátrico de Filadélfia, nos Estados Unidos, garantem que poderá vir a ser utilizado também em bebés que nascem prematuros.

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.