sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Operação Lava Jato

Dilma reafirma que processo de destituição é liderado por "corruptos"

A Presidente do Brasil, Dilma Rousseff, afirmou hoje que o processo de destituição que enfrenta está a ser liderado por parlamentares corruptos, enquanto contra si não pesa qualquer acusação de ter recebido dinheiro ilegalmente.

Mark Lennihan

"Eles são acusados [na Justiça], eu não tenho nenhuma acusação. A coisa mais estranha é que quem me julga é corrupto", afirmou Dilma Rousseff durante uma cerimónia de entrega de casas populares do programa Minha Casa Minha Vida, na cidade de Salvador.

Dilma Rousseff reiterou que o processo de impugnação do mandato presidencial, que poderá levar à destituição, equivale a um "golpe".

Sem citar nomes a Presidente brasileira frisou que "eles" querem reduzir os montantes destinados aos programas sociais, de saúde e educação.

Dilma Rousseff está a ser acusada de cometer crime de responsabilidade porque teria empregado manobras fiscais para melhorar o resultado das contas públicas e também por ter autorizado despesas extras sem pedir autorização do Congresso.

O pedido de impugnação do mandato presidencial foi aprovado em 17 de abril na Câmara dos Deputados (câmara baixa baixa do parlamento) e enviado para o Senado (câmara alta).

Hoje, 21 membros do Senado iniciaram os trabalhos de uma comissão especial que vai analisar o caso.

Após ouvir as partes e fazer um relatório, esta comissão realizará uma votação que pode afastar Dilma Rousseff do cargo por 180 dias até ao julgamento final do processo.

Lusa

  • Quem é Elon Musk?
    9:42
  • "Bashar Al-Assad continua a fazer tudo o que quer contra o seu próprio povo"
    0:48
  • A história da neta de um dos mais cruéis comandantes da II Guerra Mundial
    3:20