sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Negado habeas corpus a luso-brasileiro Raul Schmidt detido em Lisboa

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre (Brasil), negou o pedido de habeas corpus (libertação imediata) da defesa do luso-brasileiro Raul Schmidt Felippe Júnior e manteve a prisão preventiva que este cumpre em Portugal.

A Polícia Judiciária portuguesa, a pedido das autoridades brasileiras, deteve esta segunda-feira o operador financeiro Raul Schmidt Felippe Junior, que estava foragido desde julho de 2015, naquela que foi a primeira operação internacional da operação.

A Polícia Judiciária portuguesa, a pedido das autoridades brasileiras, deteve esta segunda-feira o operador financeiro Raul Schmidt Felippe Junior, que estava foragido desde julho de 2015, naquela que foi a primeira operação internacional da operação.

Raul Schmidt detido em Lisboa a 21 de março, numa operação conjunta entre as forças policiais portuguesas e brasileiras, no âmbito da 25ª fase da Operação Lava Jato, que investiga o maior caso de corrupção da história brasileira.

O acórdão de quarta-feira confirmou a decisão (de 1 de abril) do relator dos processos da Lava Jato no tribunal, o desembargador federal João Pedro Gebran Neto.

A defesa defendia não existir razão para manter a prisão preventiva, decretada pelo Tribunal da Relação de Lisboa a 22 de março, tendo em conta que o luso-brasileiro não estava fugido, apenas vivia no exterior (do Brasil) desde 2005, não existindo perigo de fuga ou de continuação da atividade criminosa.

Raul Schmidt Felipe Júnior é investigado pelo pagamento de subornos aos ex-diretores da estatal petrolífera Renato de Souza Duque (Serviços), Nestor Cerveró e Jorge Luiz Zelada (ambos da área Internacional).

Os três estão presos no Brasil pela participação no esquema de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa na Petrobrás.

Raul Schmidt foi sócio do ex-diretor da Área Internacional da Petrobrás Jorge Zelada, condenado a 12 anos e dois meses de prisão por corrupção e branqueamento de capitais.

Além de atuar como operador financeiro, o detido aparece como encarregado de empresas internacionais na obtenção de contratos de exploração de plataformas daquela empresa.

"Estão associados ao paciente vários endereços, em Genebra/Suíça e Londres/Reino Unido e, em nenhum deles, foi encontrado. Chama a atenção, ainda, que o paciente estava em país diverso daqueles nos quais possui residência oficial, o que atesta a facilidade de deslocamento em solo europeu", alertou o desembargador Gebran Neto.

Para o magistrado, do comportamento do arguido "é possível inferir a sua intenção de não se submeter à jurisdição brasileira".

O desembargador alertou também para a proximidade do domicílio de Raul Schmidt com o Mónaco: "Em tese, é onde se concentram as principais contas vinculadas ao paciente. Além dessas, contas noutros países, mas de fácil acesso a ele, oferecem recursos praticamente ilimitados".

Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.