sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Operação Lava Jato

Delcídio do Amaral com mandato cassado pelo Senado

O senador brasileiro Delcídio do Amaral, eleito pelo Partido dos Trabalhadores (PT) mas atualmente sem partido, viu hoje à noite o seu mandato cassado numa votação no Senado (Câmara alta), em Brasília.

© Adriano Machado / Reuters

Do total de 76 parlamentares que estavam na sessão, 74 manifestaram-se a favor da retirada do mandato por quebra de decoro parlamentar. Nenhum parlamentar votou contra. Houve uma abstenção e o presidente do Senado, Renan Calheiros, não votou.

Amaral foi detido no ano passado após ser acusado de tentar interferir nas investigações da Operação Lava Jato.

A detenção aconteceu depois a divulgação de uma gravação em que tentava interferir na delação premiada do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, envolvido nos esquemas de corrupção da petrolífera estatal.

O ex-senador chegou a sugerir um plano de fuga para Cerveró se, em troca, ele não implicasse Amaral e outros suspeitos nos seus depoimentos.

Num acordo de delação premiada (colaboração em troca da redução da pena) firmado com o Ministério Público neste ano, Amaral afirmou que a Presidente Dilma Rousseff e o ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva atuaram para tentar libertar empreiteiros presos na Lava Jato.

Delcídio também disse à Justiça que foi Lula da Silva o mandante da ordem para convencer Cerveró a omitir informações. Lula negou a acusação. A Presidente brasileira também refutou inúmeras vezes as acusações que lhe foram dirigidas por Amaral.

Com a cassação, Delcídio do Amaral perdeu o direito de se eleger a cargos públicos por oito anos.

Lusa

  • Casa Branca isolada devido a pacote suspeito

    Mundo

    A Casa Branca foi esta terça-feira isolada devido à presença de um pacote suspeito junto a uma das vedações que limitam o edifício governamental norte-americano. A situação já foi normalizada e o objeto retirado do local.

  • Inspetores do SEF cansados das promessas do Governo
    1:00

    País

    O sindicato do SEF garante que a segurança contra o terrorismo vai ser assegurada na greve de quinta-feira e sexta-feira nos aeroportos. Acácio Pereira, do sindicato, diz que os inspetores são quase escravos e que estão fartos das promessas do Governo. A greve deverá afetar cerca de 30 mil pessoas. 

  • Graça Fonseca, a primeira governante a assumir-se homossexual
    1:02

    País

    A secretária de Estado da Modernização Administrativa deu uma entrevista ao Diário de Notícias onde assume a sua homossexualidade. É a primeira vez que um governante português o faz. Graça Fonseca assume esta posição pública como uma "afirmação política".