sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Operação Lava Jato

Economista Sílvia Bastos é a primeira mulher do governo de Michel Temer

A economista Maria Sílvia Bastos Marques vai ser a nova presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Económico e Social (BNDES). Foi secretária das Finanças da Prefeitura do Rio de Janeiro e é a primeira mulher do novo Governo depois do Presidente Michel Temer ter anunciado uma equipa totalmente masculina. A ausência de mulheres no Governo de Temer tinha sido alvo de críticas de Dilma Rousseff nos últimos dias.

© Sergio Moraes / Reuters

Maria Sílvia Bastos tem experiência no setor público e privado. Entre os cargos que exerceu destacam-se a presidência da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) e as passagens pela Petrobras e pelo próprio BNDES, onde trabalhou nos anos 90. Recentemente, foi assessora especial dos Jogos Olímpicos na Prefeitura do Rio de Janeiro, cargo que deixou no início de maio.

Será a primeira mulher a chefiar a instituição, que tem, entre as funções, o financiamento das grandes obras e projetos do Brasil. Vai assumir o lugar de Luciano Coutinho, que desempenhava funções desde 2007, indicado pelo antigo presidente Lula da Silva.

Segundo a Globo, além do nome da nova presidente do BNDES, outros presidentes de bancos oficiais devem ser anunciados ainda esta semana.

  • Incêndios causaram 76 feridos no espaço de uma semana
    0:34

    País

    No espaço de uma semana, 76 pessoas ficaram feridas, incluindo seis com gravidade, durante os incêndios florestais. Na conferência de imprensa desta tarde, a Proteção Civil explicou que há cinco planos municipais de emergência ativos por causa das chamas.

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.