sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Operação Lava Jato

Filho de Lula da Silva terá recebido ilegalmente 2,5M€

Luís Cláudio Lula da Silva, filho do ex-Presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva, terá recebido 10 milhões de reais (2,5 milhões de euros) de um esquema de corrupção, noticiou hoje o jornal O Estado de S. Paulo.

© Paulo Whitaker / Reuters

Os investigadores da Operação Zelotes, que apura denúncias sobre a venda de medidas provisórias nos governos de Lula da Silva e Dilma Rousseff, teriam descoberto que uma empresa de Luís Cláudio recebeu dinheiro de uma das companhias beneficiadas do esquema de forma suspeita.

A reportagem informa que o dinheiro foi descoberto pelas autoridades policiais após a quebra do sigilo bancário do Luís Cláudio e da empresa da qual ele é sócio, a LFT Marketing Esportivo.

A suspeita é que o ex-Presidente teria indicado empresas para contratar a firma do filho e assim branquear capitais pagos como suborno em troca das medidas provisórias.

A defesa do ex-Presidente brasileiro enviou uma nota à Lusa rebatendo as acusações e afirmou que Luís Cláudio não recebeu os valores indicados pelo jornal.

Segundo os advogados Roberto Teixeira e Cristiano Zanin Martins, a divulgação da reportagem configura mesmo um "crime contra a administração da Justiça".

"A empresa atua na organização do principal campeonato de futebol americano no país e, para tanto, aufere receitas através de patrocínio e venda de ingressos, como qualquer outra do setor. E foi para esta atividade canalizadas as verbas de patrocínio obtidas na legalidade", concluiu a defesa.

Lusa

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.