sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Michel Temer garante que Governo não interferirá nas investigações sobre corrupção

O Governo brasileiro não vai interferir na condução na operação policial que investiga crimes de corrupção na Petrobras, garantiu hoje o chefe de Estado interino, durante a cerimónia de posse dos novos presidentes de bancos públicos e órgãos estatais.

© Ueslei Marcelino / Reuters

"Pela enésima vez, não haverá a menor possibilidade de qualquer interferência de ninguém na Lava Jato. A toda hora leio uma ou outra notícia que o objetivo é interferir. Não há a menor possibilidade de qualquer interferência do Executivo nesta matéria", garantiu Michel Temer.

O comentário foi uma resposta às gravações secretas feitas pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, em cujos diálogos se ouvem críticas de membros do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), a formação de Temer, a esta operação policial.

A divulgação destes áudios causou já duas baixas no Governo: o ex-ministro do Planeamento, Romero Jucá e o ex-ministro da Transparência, Fiscalização e Controle, Fabiano Silveira.

Ambos foram gravados a criticar a Lava Jato e insinuando possíveis interferências para conter a investigação, que atualmente concentra esforços no apuramento do envolvimento de políticos nos crimes cometidos na petrolífera estatal brasileira.

Hoje de manhã o Palácio do Planalto anunciou que o advogado e ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Torquato Jardim, vai assumir o Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle, sucedendo a Fabiano Silveira, que pediu demissão na passada segunda-feira.

Na cerimónia realizada hoje de manhã no Palácio do Planalto tomaram posse Maria Silvia Bastos Marques, no cargo de presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES); Paulo Rogério Caffarelli, como presidente do Banco do Brasil; Gilberto Occhi, que será o novo presidente da Caixa Econômica Federal; Pedro Parente, que presidirá à Petrobras; e Ernesto Lozardo, para a direção do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Lusa

  • Autarca e duas jornalistas mortas a tiro na Finlândia 

    Mundo

    A presidente da Câmara de Imatra, na Finlândia, e duas jornalistas foram mortas a tiro na noite passada, na pequena cidade do sudeste do país. O incidente aconteceu junto a um restaurante e a polícia chegou ao local pouco depois dos disparos. Um suspeito de 23 anos já foi detido.

  • Avião da Qatar Airways aterra de emergência nas Lajes
    0:47

    País

    Aterrou de emergência nos Açores, esta manhã, um avião da Qatar Airways. A turbulência obrigou à manobra que causou pelo menos 10 feridos nos passageiro do avião que fazia ligação de Washington para Doha, capital do Qatar, e foi desviado para a base aérea das Lajes.

  • Óscar do turismo para empresa que gere património de Sintra
    1:51

    Cultura

    A Parques de Sintra ganhou, pelo quarto ano consecutivo, os World Travel Awards na categoria de "Melhor Empresa de Conservação do Mundo". A empresa portuguesa, que gere monumentos, parques e jardins situados na zona da Paisagem Cultural de Sintra e em Queluz, voltou a ser a única nomeada europeia na categoria, e foi a vencedora entre candidatos de todo o mundo.

  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.