sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Operação Lava Jato

Michel Temer garante que Governo não interferirá nas investigações sobre corrupção

O Governo brasileiro não vai interferir na condução na operação policial que investiga crimes de corrupção na Petrobras, garantiu hoje o chefe de Estado interino, durante a cerimónia de posse dos novos presidentes de bancos públicos e órgãos estatais.

© Ueslei Marcelino / Reuters

"Pela enésima vez, não haverá a menor possibilidade de qualquer interferência de ninguém na Lava Jato. A toda hora leio uma ou outra notícia que o objetivo é interferir. Não há a menor possibilidade de qualquer interferência do Executivo nesta matéria", garantiu Michel Temer.

O comentário foi uma resposta às gravações secretas feitas pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, em cujos diálogos se ouvem críticas de membros do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), a formação de Temer, a esta operação policial.

A divulgação destes áudios causou já duas baixas no Governo: o ex-ministro do Planeamento, Romero Jucá e o ex-ministro da Transparência, Fiscalização e Controle, Fabiano Silveira.

Ambos foram gravados a criticar a Lava Jato e insinuando possíveis interferências para conter a investigação, que atualmente concentra esforços no apuramento do envolvimento de políticos nos crimes cometidos na petrolífera estatal brasileira.

Hoje de manhã o Palácio do Planalto anunciou que o advogado e ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Torquato Jardim, vai assumir o Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle, sucedendo a Fabiano Silveira, que pediu demissão na passada segunda-feira.

Na cerimónia realizada hoje de manhã no Palácio do Planalto tomaram posse Maria Silvia Bastos Marques, no cargo de presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES); Paulo Rogério Caffarelli, como presidente do Banco do Brasil; Gilberto Occhi, que será o novo presidente da Caixa Econômica Federal; Pedro Parente, que presidirá à Petrobras; e Ernesto Lozardo, para a direção do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Lusa

  • Lei existe há quatro anos mas não tem regulamentação
    2:03
  • Denúncia de maus tratos a cães no canil municipal de Elvas
    2:24

    País

    O Grupo de Intervenção e Resgate Animal denunciou nas redes sociais alegados maus tratos a animais no canil municipal de Elvas. As imagens mostram uma cadela com uma corda ao pescoço. A autarquia abriu um inquérito para averiguar o caso, suspendendo também o trabalho dos voluntários no canil.

  • Há cada vez menos portugueses

    País

    A população em Portugal diminuiu no ano passado, pelo oitavo ano consecutivo, já que o número de mortes continua a ser superior ao de nascimentos, revelam dados hoje divulgados pelo INE.

  • Dois em cada três portugueses vivem vidas sedentárias

    País

    Com menos de hora e meia de exercício semanal, mais de dois terços dos portugueses vivem vidas sedentárias. E a maioria desvaloriza a importância da atividade física, segundo um inquérito divulgado esta quinta-feira pela Fundação Portuguesa de Cardiologia.

  • Estados Unidos vão reforçar as sanções à Coreia do Norte
    1:31

    Mundo

    Washington pretende também investir nos esforços diplomáticos para que Pyongyang ponha fim aos programas nucleares e de mísseis. A nova estratégia de Donald Trump foi anunciada quarta-feira à noite. A força aérea norte-americana testou esta quarta-feira um míssil de longo-alcance que percorreu 6800 quilómetros sobre o Pacífico a partir de uma base na Califórnia.

  • Le Pen vai à pesca
    0:35

    Eleições França 2017

    Marine Le Pen, candida à presidência de França fez esta quinta-feira uma "pausa" na campanha eleitoral e aproveitou para ir à pesca. A candidata navegou num barco de pesca no Mediterrâneo.

  • Ovibeja aposta este ano na internacionalização da agricultura
    2:07

    País

    A Ovibeja começou esta quinta-feira e este ano aposta na internacionalização dos produtos agrícolas do Alentejo. Centenas de expositores esgotam o certame, que é uma monstra da agricultura portuguesa. António Costa, na sexta-feira, e Marcelo Rebelo de Sousa, no sábado, são alguns dos políticos com a presença marcada em Beja.