sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Deputados brasileiros aprovam aumentos salariais para funcionários públicos

A Câmara dos Deputados do Brasil (câmara baixa parlamentar) aprovou hoje aumentos salariais para funcionários públicos que terão um impacto milionário no orçamento do Estado, apesar da séria crise económica que o país atravessa.

© Ueslei Marcelino / Reuters

Segundo contas preliminares, o aumento dos salários de membros do Executivo, Judiciário, Legislativo e do Ministério Público elevará os gastos do governo federal brasileiro em mais de 50 mil milhões e reais (12,4 mil milhões de euros) até 2019.

Em resposta à polémica criada pela aprovação dos aumentos, o Ministério do Planejamento afirmou num comunicado divulgado na sua página na Internet que são resultado de negociações que duraram cerca de oito meses e que terminaram na assinatura de 32 termos de acordo com estruturas sindicais.

"Para todos os projetos, já haviam sido assegurados, na Lei Orçamentária Anual de 2016 [que regula os gastos do Governo], os recursos necessários, por este motivo, o reajuste não causará impacto adicional no orçamento deste ano. Os acordos estabelecem, para 2016, reajuste de 5,5% a partir de agosto. O impacto no exercício será de 4,23 mil milhões de reais", diz o comunicado.

Os aumentos salariais têm ainda de ser votados no Senado (Câmara alta parlamentar) e se aprovados ainda precisarão ter a sanção do Presidente interino, Michel Temer.

Os deputados também aprovaram hoje uma proposta de emenda à Constituição que prorroga a Desvinculação de Receitas da União (DRU) até o final de 2023.

A DRU dá ao Governo federal o direito de usar sem restrição receitas obtidas com impostos e contribuições antes alocados a áreas específicas.

Lusa

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.