sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Operação Lava Jato

Comissão do Senado repõe prazos do processo de destituição de Dilma Rousseff

O presidente da comissão especial do Senado brasileiro que analisa o pedido de destituição da Presidente Dilma Rousseff, atualmente com mandato suspenso, recuou hoje na decisão de reduzir os prazos da tramitação do processo.

© Ueslei Marcelino / Reuters

O prazo para a apresentação das alegações finais da acusação e da defesa, mantém-se em 15 dias, depois de ter sido reduzido para cinco dias, o que gerou críticas, inclusive por parte do Presidente do Senado, Renan Calheiros, e levou a defesa de Dilma Rousseff a recorrer da decisão junto do Supremo Tribunal Federal (STF).

O presidente da comissão especial do Senado, Raimundo Lira, disse hoje que não voltou atrás por "pressões externas", e que a decisão foi "absolutamente pessoal" baseada no processo de destituição do ex-presidente Fernando Collor em 1992, que teve 15 dias para alegações finais da defesa e 15 dias para acusação.

Dilma Rousseff tem o mandato suspenso, desde 12 de maio, por um período de até 180 dias, durante o qual será julgada pelos senadores.

Lusa

  • Segurança da Academia de Alcochete avisado 10 minutos antes do ataque
    1:57
  • "Não acho que seja prudente" o regresso dos atletas à Academia do Sporting
    5:49

    Crise no Sporting

    As agressões aos jogadores e equipa técnica do Sporting, na Academia de Alcochete, foram o tema de uma entrevista a Ana Bispo Ramires, psicologa do desporto. Questionada sobre se os jogadores deveriam regressar ou não à academia, Ana Bispo Ramires diz que não devem fazê-lo e explica que é importante que haja medidas de atuação, o mais rápido possível, para que os atletas e restante equipa técnica do clube possam reprocessar, do ponto de vista cognitivo, as ameaças que sofreram. 

  • É desta que provam a existência do monstro de Loch Ness?

    Mundo

    Para muitos, o monstro de Loch Ness não passa de uma lenda. A verdade é que a existência ou não desta criatura mística continua a suscitar debates entre aqueles que acreditam e os cépticos. Uma equipa internacional de investigadores quer responder finalmente à questão através da recolha de ADN ambiental do Loch Ness, na Escócia.

    SIC