sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Ex-Presidente brasileiro Sarney afirma-se revoltado com pedido de prisão

O ex-Presidente brasileiro José Sarney afirmou hoje que está "revoltado e perplexo" com a divulgação da informação de que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, teria pedido a prisão dele ao Supremo Tribunal Federal (STF).

© Ueslei Marcelino / Reuters

"Dediquei sessenta anos da minha vida pública ao país e à defesa do Estado de Direito. Julguei que tivesse o respeito de autoridades do porte do Procurador-Geral da República. Jamais agi para obstruir a justiça. Sempre a prestigiei e a fortaleci", disse Sarney, em resposta à notícia do jornal O Globo que o envolve num grupo de políticos suspeitos de interferirem no processo Lava Jato.

O procurador-geral da República brasileiro, Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a sua prisão e de outros membros da direção do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB).

Janot não confirmou publicamente as informações, mas a imprensa brasileira avança que a prisão de Sarney foi solicitada como base em áudios secretos gravados pelo ex-presidente da Transpetro (subsidiária da Petrobras), Sérgio Machado, que sugerem uma tentativa dele e de outros políticos de atrapalharem as investigações da Operação Lava Jato, que investiga o maior esquema de corrupção no país, envolvendo dezenas de políticos e várias empresas, entre as quais a Petrobras.

No caso do ex-Presidente Sarney, é pedida prisão domiciliária com o uso de pulseira eletrónica, devido à sua idade, 86 anos.

Além dele, também teriam sido alvo de pedidos de prisão o presidente do Senado (câmara altar parlamentar) Renan Calheiros, o presidente afastado da Câmara dos Deputados (câmara baixa) Eduardo Cunha e o senador Romero Jucá.

Lusa

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.