sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

PGR brasileiro pede prisão de líderes do Congresso, ex-Presidente e ex-ministro

O procurador-geral da República brasileiro, Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a prisão do presidente do Senado, Renan Calheiros, do ex-Presidente José Sarney, do ex-ministro Romero Jucá e do presidente da câmara afastado, Eduardo Cunha.

Renan Calheiros, presidente do Senado

Renan Calheiros, presidente do Senado

© Ueslei Marcelino / Reuters

José Sarney, ex-presidente do Brasil

José Sarney, ex-presidente do Brasil

© Ueslei Marcelino / Reuters

Romero Jucá, ex-ministro

Romero Jucá, ex-ministro

© Adriano Machado / Reuters

Eduardo Cunha, presidente da câmara afastado

Eduardo Cunha, presidente da câmara afastado

© Adriano Machado / Reuters

A informação foi avançada hoje pelo jornal brasileiro O Globo, que cita um interlocutor de juízes do STF.

O pedido tem como base os áudios secretos gravados pelo ex-presidente da Transpetro (subsidiária da Petrobras), Sérgio Machado, que sugerem uma tentativa de atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato, que investiga o maior esquema de corrupção no país, envolvendo dezenas de políticos e várias empresas, entre as quais a Petrobras.

No caso do ex-Presidente José Sarney, é pedida prisão domiciliária com o uso de pulseira eletrónica, devido à sua idade, 86 anos.

Rodrigo Janot pediu igualmente ao STF o afastamento de Renan Calheiros da presidência do Senado.

Para Rodrigo Janot, segundo o jornal, o plano dos três para obstruir as investigações seria mais amplo e grave do que a tentativa executada pelo ex-senador Delcídio Amaral, que foi preso por tentar impedir uma delação premiada (troca de informações por redução de pena).

Sérgio Machado informou ao Ministério Público Federal que desviou cerca de 70 milhões de reais (17,6 milhões de euros) de contratos da subsidiária da Petrobras e dividiu a quantia com os três, em forma de pagamento pelo apoio que demonstraram na sua manutenção à frente da Transpetro.

O procurador-geral da República também pediu a prisão do presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, por considerar que ele continua interferindo nos trabalhos da câmara baixa do Congresso.

Lusa

  • Divorciados vão poder dividir filhos no IRS 

    Economia

    Os divorciados vão passar a poder dividir os filhos no IRS (imposto sobre o rendimento singular) e o Governo está a estudar soluções para que em 2018 haja um novo sistema para lidar com a guarda conjunta de filhos.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.