sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Ministério Público brasileiro pede suspensão de direitos políticos de Eduardo Cunha por dez anos

O Ministério Público Federal (MPF) apresentou, segunda-feira, uma ação civil de improbidade administrativa contra o presidente afastado da Câmara dos Deputados brasileira, Eduardo Cunha, pedindo a suspensão dos seus direitos políticos por dez anos.

Eduardo Cunha, presidente da Câmara dos Deputados do Brasil.

Eduardo Cunha, presidente da Câmara dos Deputados do Brasil.

© Adriano Machado / Reuters

Eduardo Cunha é considerado beneficiário direto de um esquema de corrupção instalado na Diretoria Internacional da petrolífera estatal Petrobras, empresa investigada no âmbito do maior caso de corrupção da história do Brasil, conhecido como Lava Jato.

Segundo um comunicado da Procuradoria da República no Paraná, a ação também envolve o empresário português Idalécio Oliveira, que, segundo a justiça brasileira, teve uma empresa sua envolvida no esquema de subornos para a exploração de petróleo no Benim pela Petrobras.

Estão também envolvidos na ação a esposa do deputado, Cláudia Cordeiro Cruz, o ex-diretor da Petrobras, Jorge Luiz Zelada, e o operador que representava os interesses do Partido do Movimento Democrático do Brasil (PMDB) no esquema, João Augusto Rezende Henriques.

"Pelas irregularidades cometidas, a força-tarefa (equipa que trata da Lava Jato) pede na ação a reparação do dano no valor de 10 milhões de dólares (8,9 milhões de euros), a perda dos bens acrescidos ilicitamente ao património dos demandados, o pagamento de multa civil de três vezes o valor do locupletamento ilícito", lê-se no comunicado.

É ainda pedido, de acordo com o texto, "a indisponibilidade de bens dos envolvidos no esquema de corrupção, além de pagamento de danos morais coletivos fixados em patamares suficientes para desestimular a continuidade das práticas ilícitas".

Na ação, os procuradores solicitam também que Eduardo Cunha seja condenado à devolução de 20 milhões de reais (5 milhões de euros) referentes a valores movimentados em contas não declaradas no exterior.

Apesar de ter foro privilegiado, o que faz com que Eduardo Cunha seja julgado pelo Supremo Tribunal Federal, esta ação por improbidade tramita na Justiça Federal por se tratar de matéria civil, sem relação com as imputações penais.


Lusa

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Novo vídeo do Daesh mostra crianças a treinar para matar
    3:35
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Trump propõe cortes orçamentais para pagar muro

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos está a propor cortes de milhões de dólares no orçamento para que os contribuintes norte-americanos, e não o México, paguem o muro a construir na fronteira entre os dois países.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.