sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Governo brasileiro empresta dinheiro ao Rio de Janeiro para evitar "mico"

O secretário executivo do Programa de Parcerias e Investimentos, Moreira Franco, disse hoje que o governo Federal vai emprestar dinheiro ao Rio de Janeiro para não passar vergonha internacional durante os jogos Olímpicos e Paralímpicos.

© Sergio Moraes / Reuters

"É necessário ajudar os servidores do Estado do Rio de Janeiro, não podemos pagar esse mico internacional. Assumimos compromissos para os Jogos Olímpicos na gestão anterior que não foram cumpridos", afirmou.

Na sexta-feira passada, a 49 dias do início dos Jogos, o governo do Rio de Janeiro decretou o "estado de calamidade" devido aos graves problemas financeiros que enfrenta.

Desde o final do ano passado, o Estado tem registado dificuldades em fazer os pagamentos devidos a trabalhadores e aposentados do setor público, e a manutenção de equipamentos de saúde, segurança e educação.

Questionado sobre o assunto, Moreira Franco, que estava num seminário sobre Segurança Jurídica e Governança na Contratação de Obras Públicas organizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), classificou a situação do Rio de Janeiro como "terrível".

"Creio que o governo do Presidente interino Michel Temer não vai aceitar que nós brasileiros paguemos esse mico no momento em que a imagem do Brasil está muito ruim. Ele acredita que essas circunstâncias impõem uma atitude de Governo federal", reforçou.

Para estancar esta grave crise financeira, o Governo federal já anunciou que pretende enviar, nos próximos dias, 2,9 mil milhões de reais (760 milhões de euros) ao Rio de Janeiro através de uma transferência extraordinária.

O Programa de Parcerias e Investimentos depende organicamente do gabinete do Presidente da República Michel Temer.

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.