sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Operação Lava Jato

Senado dá início a sessão de pronúncia do processo de impeachment de Dilma

© Ueslei Marcelino / Reuters

O Senado (câmara alta do parlamento) brasileiro começou hoje uma sessão "de pronuncia" em que será votada a ida a julgamento do processo de destituição da Presidente Dilma Rousseff, que se encontra com mandato suspenso.

Considerada a segunda fase do processo de destituição a sessão de hoje é presidida pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski.

A expectativa é que a sessão seja longa, mas não deve trazer surpresa quanto ao resultado já que os senadores favoráveis ao afastamento de Dilma Rousseff contabilizam 60 votos, contra os 41 necessários para dar andamento ao processo.

Na abertura da sessão, Ricardo Lewandowski, frisou que os senadores terão a delicada incumbência de decidir se o julgamento da Presidente será iniciado.

Segundo o presidente do STF, os membros do senado desempenharão a função de juízes, cabendo a eles apenas cumprir o papel legal de presidir ao julgamento que venha a acontecer não podendo interferir nas discussões nem dar opinião ou emitir juízos de valor nas questões submetidas ao plenário.

Lusa

  • Manuel Delgado demitiu-se devido a "grave violação da privacidade"

    País

    O ex-secretário de Estado da Saúde diz que apresentou a demissão para "não perturbar nem criar qualquer tipo de embaraço ao normal funcionamento do Governo". Num comunicado, Manuel Delgado esclarece que foi remunerado pelo trabalho de consultor na Raríssimas "muito antes" da entrada no Governo e acrescenta que respeitou na íntegra todo o quadro legal e ético.

  • O que vai mudar nos recibos verdes
    2:55

    Economia

    Os trabalhadores independentes vão descontar menos para a Segurança Social já no próximo ano. A taxa vai descer dos 29,6% por cento para os 21,4%. A descida será compensada por um aumento das contribuições pagas pelos patrões. Há também alterações em caso de desemprego e o subsídio de doença passa a ser pago ao fim de 10 dias em vez de 31.

  • Tripulantes da TAP acusam companhia de desrespeitar compromissos
    3:16

    Economia

    O Sindicato que representa os tripulantes da TAP acusa a empresa de estar a violar a lei. A companhia aérea portuguesa denunciou unilateralmente o acordo de empresa com os tripulantes e apresentou novas condições, que o sindicato considera indignas. Diz que os tripulantes fizeram esforços pela companhia no verão e que agora estão a ser desrespeitados.

  • Uma "Árvore da Esperança" pelas vítimas dos fogos
    2:01
  • Bebé nasce com coração fora do peito e sobrevive
    2:06
  • Zapatou volta a eleger os melhores vídeos da internet
    6:28