sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Advogada de acusação chora e pede desculpa a Dilma Rousseff

Advogada de acusação chora e pede desculpa a Dilma Rousseff

A advogada de acusação Janaína Paschoal terminou o seu discurso a chorar e a pedir desculpas a Dilma Rousseff."Peço desculpas a presidente da República porque eu sei que a situação que ela está vivendo não é fácil. Eu peço que ela entenda que eu fiz isso pensando também nos netos dela. Eu agradeço”.

  • Com a destituição à porta milhares saem à rua para apoiar Dilma
    2:35

    Crise no Brasil

    O processo de destituição de Dilma Rousseff vai continuar durante esta terça-feira no Senado brasileiro. Os trabalhos deverão prolongar-se pela noite dentro, com os discursos de defesa e acusação. Na segunda-feira, Dilma defendeu-se, num discurso em que considerou que está em curso um atentado à democracia. Pelo Brasil sucedem-se várias manifestações a favor de Dilma.

  • "Ficou claro que a decisão já está tomada"
    3:06

    Crise no Brasil

    A correspondente da SIC no Brasil disse que a participação de Dilma Rousseff, na segunda-feira, não foi suficiente para impedir a "impugnação do seu mandato". Segundo Ivani Flora, os senadores brasileiros, que são juízes neste caso, questionaram Dilma como se fossem advogados de defesa e acusação e que deram a entender que ainda não chegaram a um consenso: se Dilma cometeu o crime de responsabilidade fiscal ou não. A correspondente disse ainda que durante o dia de ontem "ficou claro que a decisão já está tomada".

  • Dilma pede justiça, no dia do "tudo por tudo"

    Mundo

    Depois do depoimento, o julgamento de Dilma Rousseff prossegue hoje com os debates entre a acusação e a defesa, os pronunciamentos dos senadores e a votação. Cada senador terá 10 minutos para se manifestar na tribuna. Em seguida, o presidente do Supremo Tribunal Federal fará um relatório resumido dos argumentos de acusação e defesa e logo depois segue-se a votação que será aberta, nominal e realizada através de um painel eletrónico. Se for considerada culpada por 54 dos 81 senadores, a Presidente suspensa perderá o mandato e o direito de ocupar cargos públicos eletivos durante oito anos.

  • Ex-diretor do Fisco desmente Núncio sobre transferências para offshores

    Economia

    O ex-diretor geral da Autoridade Tributária, José de Azevedo Pereira, acusou esta sexta-feira o ex-secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Paulo Núncio, de não ter autorizado a divulgação das polémicas transferências para paraísos fiscais, isto depois do antigo governante ter dito que a decisão pela não publicação tinha sido da responsabilidade do Fisco.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.